Secretaria de Saúde informa sobre desabastecimento de alguns medicamentos

Outras notícias da semana

Clínica Uni Duni Tê celebra 29 anos de fundação

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque celebra no mês de setembro de 2020 seus 65 anos de...

Corpo de Bombeiros atende acidentes em Brusque e Guabiruba; colisão, capotamento e queda de moto

Guabiruba - O Corpo de Bombeiros foi acionado para um capotamento de veículo, por volta das 7h30 desta quinta-feira, 24. O acidente...

Antecipação do INSS poderá ser pedida sem limitação de distância

Até 31 de outubro, os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) poderão pedir a antecipação do auxílio-doença em todas as localidades do...

Fesporte resolve cancelar JASC 2020

A Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), em reunião com membros do Conselho Estadual de Esporte (CED) e do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado...

A secretaria de Saúde da Prefeitura de Brusque informa que alguns medicamentos estão em falta nas farmácias públicas do município, grande parte do problema está relacionado com as empresas distribuidoras de medicamentos, além disso temos o aumento na procura por determinados medicamentos (principalmente frente a atual situação de pandemia pelo COVID-19),a alta do dólar (uso de matéria-prima proveniente de países como China e Índia), a situação crítica de distribuição relacionada ao COVID-19 e a falta de matéria prima para produção do medicamento.

A farmacêutica e bioquímica da secretaria de Saúde, Patrícia Bernardi Sassi, esclareceu que a prefeitura vem trabalhando para que a população não fique sem os medicamentos, mas que a concorrência com a iniciativa privada tem sido outro fator  de desabastecimento. “O motivo que encontramos determinado medicamento nas farmácias comerciais é que eles são comercializados por um valor muito maior que no setor público, por isso a falta sempre acontecerá antes no setor público,” destacou Sassi.

A farmacêutica disse ainda que há impasses que atrasam a entrega dos pedidos dos medicamentos, com muitos pedidos de prorrogação de prazos, além da falta de imparcialidade da indústria farmacêutica quando há escassez de matéria-prima para a produção do remédio, o que acarreta a falta do medicamento sempre antes no setor público, devido à comercialização por valores menores. 

Medicamentos em falta

Medicamentos controlados:

Amitriptilina 25mg comprimidos

Fenobarbital 100mg comprimidos

Medicamentos Básicos:

Azitromicina 500mg comprimidos

Passiflora 300mg comprimidos

Ivermectina 6mg comprimidos

Ranitidina 150mg comprimidos  (suspenso temporariamente pela ANVISA

Ranitidina 15 mg/ml xarope   (suspenso temporariamente pela ANVISA

Texto/Secom/Prefeitura de Brusque

Últimas postagens

Após caso de estupro, comandante da PM faz desabafo e alerta para cuidados com doações

Segue o texto na íntegra emitido pelo tenente-coronel Otávio Ferreira, comandante do 18º Batalhão de Polícia Militar. Sres. agentes...

Fesporte resolve cancelar JASC 2020

A Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), em reunião com membros do Conselho Estadual de Esporte (CED) e do Tribunal de Justiça Desportiva do Estado...

Audiozoom – Emoção em ouvir

A Audiozoom é o maior Centro Auditivo de Santa Catarina, são 15 anos transformando a vida de milhares de pessoas, dando a...

Prefeitura fará pinturas nas faixas de pedestres na Rua São Pedro

A Prefeitura de Brusque comunica que fará as pinturas nas faixas de pedestres na Rua São Pedro, ao longo do trecho da...

PM de Brusque prende homem suspeito de estupro enquanto pedia doações para uma instituição de caridade

Nesta quarta-feira, 30, em Brusque, policiais do 18º Batalhão de Polícia Militar (BPM) prenderam um homem de 19 anos, suspeito de estupro...
Publicidade
WhatsApp chat