Legislativo aprova as contas do prefeito referentes ao exercício de 2018

Projeto de Decreto Legislativo 01/2020 ainda passará por segunda votação do plenário

Outras notícias da semana

Mega-Sena acumula e próximo concurso pode pagar R$ 45 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2312 da Mega-Sena. O prêmio acumulou e a estimativa para o próximo concurso é R$...

Plano Municipal de Contingência para Educação é homologado em Brusque

O Plano Municipal de Contingência para Educação de Brusque - Plancon foi homologado, na tarde desta quinta-feira (22), pelo Comitê Estratégico...

Homem é resgatado após cair e ficar preso em área de difícil acesso, no Brilhante II

Por volta das 17h de sábado (24), os bombeiros de Brusque foram acionados para o resgate de uma pessoa em local de difícil...

Brusque registra 14 novos casos de Covid-19 nas últimas 24h

A cidade de Brusque registrou 14 novos caso de coronavírus nas últimas 24 horas. É o que aponta o mais recente boletim...

                Em sessão ordinária virtual, a Câmara Municipal de Brusque aprovou nesta quinta-feira, 2 de julho, por meio do Projeto de Decreto Legislativo 01/2020, as contas anuais do prefeito referentes ao exercício de 2018. A decisão do plenário seguiu parecer prévio do Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC). O texto ainda passará por segunda votação.

                O TCE-SC, no entanto, pontuou algumas ressalvas à Prefeitura de Brusque no sentido de corrigir deficiências apresentadas no relatório de contas e evitar outras falhas. As observações do tribunal foram destacadas também em parecer da Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização Financeira (CFOFF) do Poder Legislativo.

                As irregularidades apontadas foram o “atraso na remessa da Prestação de Contas do Prefeito (…)” e a “contabilização de receita corrente de origem de emendas parlamentares individuais, no montante de R$ 1.326.136,00 (…)”.

                À Prefeitura, também foi recomendado que:

– Garanta o atendimento na pré-escola para crianças de quatro a cinco anos de idade, em cumprimento ao art. 208, I, da Constituição Federal e à parte inicial da Meta 1 da Lei (federal) 13.005/2014 (Plano Nacional de Educação – PNE);

– Formule os instrumentos de planejamento e orçamento público competentes – o Plano Plurianual (PPA), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual (LOA), de maneira a assegurar a consignação de dotações orçamentárias compatíveis com as diretrizes, metas e estratégias do PNE e com o Plano Municipal de Educação (PME); a fim de viabilizar a sua plena execução e cumprir o preconizado no art. 10 do PNE; e

– Tome providências no sentido de elaborar ou revisar o seu Plano Diretor, por meio de processo participativo, proporcionando o acesso do cidadão e da sociedade civil em todas as fases da elaboração ou revisão do documento, em atendimento ao art. 41 da Lei (federal) 10.257/2001 (Estatuto da Cidade)”.

Texto: Talita Garcia / Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Brusque

Últimas postagens

Boletim Epidemiológico de quarta-feira, 28 de outubro

Boletim Epidemiológico de quarta-feira, 28 de outubro A Prefeitura de Brusque, por meio da Vigilância em Saúde, registrou 6...

Angeloni contrata

Angeloni de Brusque contrata: Líder de mercearia;Líder de padaria produção e balcão;Operador de caixa;Açougueiro;Auxiliar de Produção – Padaria;Técnico em...

Atleta apoiado pelo Bandeirante vence ultramaratona em Bombinhas

Ao longo de sua história, a Sociedade Esportiva Bandeirante sempre apoiou atletas de diferentes modalidades. Há seis meses, o clube disponibiliza sua estrutura para os...

Brusque FC relaciona 19 atletas para enfrentar o Ituano

O técnico Jerson Testoni relacionou os seguintes atletas para a partida contra o Ituano, nesta quinta-feira (28), em Itu. Goleiros: Dida...

Endorfina – Resultado de 28 de outubro de 2020

Chapa de carnes da Golden Bier. Durante o mês de Outubro, de quinta a domingo ao meio dia tem almoço Campi Buffet,...
Publicidade
WhatsApp chat