Receita paga nesta sexta-feira as restituições do 1º lote do IRPF 2020

Outras notícias da semana

Pauta da sessão ordinária virtual desta terça-feira, 30 de junho da Câmara Municipal de Brusque

A Câmara Municipal de Brusque realiza sessão ordinária nesta terça-feira, 30 de junho, às 17h, pelo ambiente virtual de deliberação. Na Ordem do...

Homem fica estado grave após queda de 12 metros em Guabiruba

Um homem de 46 anos caiu de uma altura de 12 metros enquanto trabalhava na manutenção de um telhado de empresa têxtil....

ACIBr e Sindilojas doam 750 kits com reagentes para testes do Covid-19

A Associação Empresarial de Brusque (ACIBr) e o Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Brusque (Sindilojas), fizeram a doação de 750...

Horários de linhas do Nosso Brusque passa por alterações a partir de segunda

A concessionária do transporte urbano público de Brusque informa que a partir desta segunda-feira (6) haverá alterações nas linhas da empresa. Os 55 trajetos...

A Receita Federal paga nesta sexta-feira (29) as restituições do primeiro lote do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) 2020. Estão sendo depositados R$ 2 bilhões para 901.077 contribuintes. O primeiro lote contempla contribuintes com prioridade legal, sendo 133.171 idosos acima de 80 anos, 710.275 contribuintes entre 60 e 79 anos e 57.631 com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Neste ano, o cronograma de restituições foi antecipado para maio e a quantidade de lotes reduzidos de sete para cinco. A antecipação é uma iniciativa da Receita Federal para mitigar os efeitos econômicos da pandemia de covid-19. O último lote tem pagamento previsto para 30 de setembro. No ano passado, as restituições começaram no dia 17 de junho e se estenderam até 16 de dezembro.

Outra mudança feita pela Receita Federal foi no dia em que a restituição é depositada na conta do contribuinte. Normalmente o crédito bancário ocorria no dia 15 de cada mês. Neste ano, o pagamento da restituição será realizado no último dia útil do mês.

Como consultar

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza também um aplicativo para tablets e smartphones que facilita a consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. Com o aplicativo é possível consultar, diretamente nas bases de dados da Receita Federal, informações sobre liberação das restituições do Imposto de Renda e a situação cadastral.

A restituição fica disponível no banco durante um ano. Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento da Receita por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Últimas postagens

Ministério da Saúde habilita novos leitos de UTI do Hospital Azambuja

Na última sexta-feira, 3 de julho, foi publicada a Portaria do Ministério da Saúde a qual habilita os 10 (dez) novos leitos...

PRE interrompe trânsito para remoção de caminhão que caiu em ribanceira na SC-108

Um caminhão saiu da pista e tombou em uma ribanceira às margens da rodovia Gentil Batisti Archer (SC-108). O acidente ocorreu por...

Caminhão se desgoverna ao descer a rua Gustavo Halfpap

Um caminhão deslizou ao descer a rua Gustavo Halfpap e se chocou contra o guard-rail e o muro da residência que fica...

Conversando com Você de 06 de julho de 2020

Conversando com Você de 06 de julho de 2020. Ouça! Conversando com Você de 06 de julho de...

Previsão do tempo de 06 de julho de 2020.

Previsão do tempo de 06 de julho.
Publicidade
WhatsApp chat