Em pouco mais de três meses 20 casos autóctones de dengue são registrados

Outras notícias da semana

Duas candidaturas são registradas para disputa eleitoral em Botuverá

No município de Botuverá se confirmaram às duas candidaturas que foram lançadas nas convenções partidárias. Às duas chapas que concorrem ao pleito...

Mega-Sena, concurso 2.303: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 60 milhões

A Caixa fez neste sábado (26) em São Paulo o sorteio do concurso 2.303 da Mega-Sena. As dezenas sorteadas foram as seguintes: 03 - 07...

42 candidatos disputam para cargo de vereador em Guabiruba; confira

Nome na Urna Nome Completo Nº Situação Sigla Partido/Coligação  ANDERSON SCALVIMANDERSON ROBERTO SCALVIM22000Aguardando julgamentoPLPLBETO JOSE ROBERTO SANTOS REISJOSE ROBERTO SANTOS REIS22444Aguardando julgamentoPLPLDANIEL HAAGDANIEL HAAG22888Aguardando julgamentoPLPLDEISE NIELS PONCHIROLLIDEISE NIELS...

Sorteio define sequência de rodada de entrevistas com candidatos à prefeitura de Brusque

Na manhã terça-feira, 29, foi realizado ao vivo no estúdio do Jornal da Diplomata o sorteio da “Rodada de Entrevistas” com os candidatos as...

Brusque já soma 36 casos confirmados de dengue, sendo que destes, 20 são autóctones (contraídos no próprio município). Os bairros com maior número de focos do mosquito Aedes aegypti são Santa Rita (108), Centro (74) e Santa Terezinha (60).

Há casos autóctones em nove bairros diferentes, um aumento exponencial em pouco mais de três meses. O primeiro caso contraído no município foi registrado em fevereiro, no bairro Steffen. Agora, São Pedro, Limeira, Santa Rita, Santa Terezinha, São Luiz, Limoeiro e Azambuja já possuem pessoas infectadas.

“Estamos muito preocupados com este número. Pois nosso município tinha casos confirmados, mas sempre importados. A maioria destes casos é no Santa Rita, que provavelmente será considerado infestado no próximo mês. Pedimos que as pessoas atendam nossos agentes de endemias, deixem que eles façam vistoria, para que possamos combater o mosquito”, esclarece a coordenadora do Programa de Combate a Endemias, Letícia Figueredo.

Em todos os locais foi aplicado o inseticida Malathion, que mata o mosquito alado; e em recipientes que encontra-se água parada que não é possível eliminação, os agentes de endemias usam o larvicida Piryproxyfen.

“Precisamos reforçar a necessidade de fazer a limpeza de nossos quintais, cuidar das calhas, fechar caixas d’água. Cuidar com vasinhos de planta, folhagens que acumulam água. Cada pessoa precisa fazer sua parte para que possamos eliminar o mosquito transmissor da dengue”, destaca o secretário de Saúde Humberto Fornari.

Últimas postagens

Prefeitura de Brusque emite comunicado que proíbe debates e encontros de cunho eleitoral/político/social

Através de nota encaminhada pela Secretaria Municipal de Comunicação Social – SECOM, a Prefeitura de Brusque emitiu uma nota oficial que proíbe...

Covid-19: Prefeitura de Brusque edita novo Decreto nesta terça-feira (29)

A Prefeitura de Brusque editou no final da tarde desta terça-feira (29) o Decreto número 8.741, que dispõe sobre novas medidas de enfrentamento da...

Confira o boletim epidemiológico desta terça-feira, 29 de setembro

A Vigilância em Saúde de Brusque registrou 27 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. Segundo o último boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira...

Grupo do Bay inaugura nesta quinta-feira, 1º, Centro de Performance e Saúde

O Grupo do Bay está completando seis anos e o projeto chegou a um novo patamar neste ano de 2020. De acordo com...

Antecipação do INSS poderá ser pedida sem limitação de distância

Até 31 de outubro, os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) poderão pedir a antecipação do auxílio-doença em todas as localidades do...
Publicidade
WhatsApp chat