Deputados protocolam pedido de impeachment do Governador Moisés

Outras notícias da semana

Confira a agenda da Unidade Móvel Covid-19 para esta quinta-feira

Nesta quinta-feira (17) a Unidade Móvel Covid-19 estará no estacionamento do supermercado Archer da Figueira, na avenida Getúlio Vargas, em dois horários,...

Polícia Civil já tem um suspeito da morte de jovem no bairro Rio Branco

A Polícia Civil já tem sob investigação o principal suspeito da morte de Fábio Júnior de Paula, de 18 anos. Com as...

Governo de SC estabelece regramentos sanitários para eventos sociais no Estado

O Governo de Santa Catarina publicou nesta sexta-feira, 18, portarias que estabelecem critérios para retorno gradual e monitorado de congressos, concursos públicos,...

COVID-19: Boletim epidemiológico desta quinta-feira, 17 de setembro

A Vigilância em Saúde de Brusque registrou 17 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. Segundo o último boletim epidemiológico divulgado...

Conforme destacado na edição desta terça feira (12) no Direto da Redação, Deputados estaduais discutiram durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa a possibilidade do impeachment do governador Carlos Moisés da Silva (PSL), sendo um deles protocolado ao presidente da Casa durante o horário dos partidos políticos, pelos deputados Ana Campagnolo (PSL) e Mauricio Eskudlark (PL).

O pedido leva em conta as ações tomadas por Moisés desde o início da pandemia da Covid-19, como a aquisição dos 200 respiradores artificiais sem licitação e os decretos restritivos. Este pedido foi elaborado pelos advogados, Claudio Gastão da Rosa Filho cujo um vídeo explicativo sobre o pedido foi apresentado durante a explanação da deputada na sessão, Joel Domingues Pereira filho advogado brusquense e Thiago Silva Alves Moreira.

Pouco antes do início da sessão, o deputado Ivan Naatz (PL) também havia protocolado outro pedido de impeachment do governador e da vice-governadora Daniela Reinehr. Ele se baseia na decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC), proferida na segunda-feira (11), que sustou a equiparação dos vencimentos dos procuradores do Estado com os salários dos procuradores da Assembleia.

O pedido de Naatz segue o mesmo teor do apresentado em janeiro pelo defensor público Ralf Zimmer Junior, que considerou que houve crime de responsabilidade na concessão de reajuste aos procuradores, em 2019, visando à equiparação dos salários.

Agora os dois pedidos seguem os trâmites legais dentro do que diz o regimento da Assembleia Legislativa.

Texto: Sérgio Ferreira

Últimas postagens

Mega-Sena acumula e pagará R$ 43 milhões na quarta-feira

Ninguém acertou as seis dezenas da Mega-Sena sorteadas neste sábado (19), em São Paulo. Eis os números sorteados: 17, 18,...

Carros colidem frontalmente no Lageado Alto em Guabiruba

Por volta das 21h45 de sábado, 19, ocorreu uma colisão frontal entre dois automóveis na Rua Lageado Alto, Guabiruba. Um homem...

No mês da radiodifusão, Jornal da Diplomata entrevista Marise Westphal e recebe Saulo Tavares, em entrevista ao vivo

Caros ouvintes, internautas! Dia 25 de setembro se comemora o dia da radiodifusão. E o rádio, este meio tão importante e antigo...

Governo de SC estabelece regramentos sanitários para eventos sociais no Estado

O Governo de Santa Catarina publicou nesta sexta-feira, 18, portarias que estabelecem critérios para retorno gradual e monitorado de congressos, concursos públicos,...

Obituário, 19 de setembro de 2020

Central Funerária – Faleceu às 13h de sexta-feira (18), com 80 anos, Valério Heil, popular Lelo mecânico, que morava no bairro Santa...
Publicidade
WhatsApp chat