Poder Executivo e Ama Brusque discutem parcerias

Entidade inaugura clínica nesta sexta-feira (28) no campus da Uniasselvi

Outras notícias da semana

Confira as aprovações da sessão ordinária desta terça-feira, 26 de maio

Em sessão ordinária realizada virtualmente nesta terça-feira, 26 de maio, vereadores aprovaram projetos de lei e de resolução, pedido de adiamento de discussão, requerimentos, pedidos...

Acidente entre carro e moto fere mulher, no bairro Primeiro de Maio

Uma colisão entre carro e moto foi atendida pelo Corpo de Bombeiros no início da tarde desta quarta-feira (27), no bairro Primeiro...

AmpeBr inicia produção de fotos para a Pronegócio Web

A Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr) iniciou nesta quinta-feira, 28 de maio, a produção fotográfica dos...

Professora de Brusque vai à Brasília representar SC em projeto pedagógico da Câmara dos Deputados

A educação brusquense representará Santa Catarina em Brasília por meio do programa de formação de professores “Missão Pedagógica no Parlamento”. A iniciativa...

O prefeito de Brusque, Jonas Paegle, recebeu em seu gabinete, na tarde de quarta-feira (27) a presidente da Associação de Pais, Profissionais e Amigos dos Autistas de Brusque e Região (Ama Brusque), Guédria Baron Motta.

O objetivo da reunião foi a busca por apoio a entidade, que inaugura sua nova sede nesta sexta-feira (28), no campus da Uniasselvi, localizado na Vila Schlösser, no centro da cidade. No local irá funcionar a Clínica Ama, que prestará atendimento gratuito a crianças com autismo do município.

Entidade inaugura clínica nesta sexta-feira (28) no campus da Uniasselvi. (Foto: Divulgação / Secom)

Também participaram do encontro o vereador Deivis Silva, o diretor de gabinete Rafael Scheibel de Andrade e a conselheira fiscal da Ama, Ariana Aluppes.

Desde que assumiu a presidência da entidade, Guédria busca apoio para ampliar a atuação da Ama Brusque na cidade. “Nosso objetivo é avançar em busca de políticas públicas e outros incentivos que garantam o acesso de crianças em vulnerabilidade social às terapias de estimulação, como: psicologia, psicopedagogia, fonoaudiologia, entre outras”, explica.

De acordo com ela, o autismo é uma condição meio e não uma condição fim e com a intervenção adequada é possível que a criança caminhe dentro do espectro e passe dos níveis mais severos aos mais leves. “Podemos dar a ela mais autonomia e qualidade de vida por meio das terapias. O problema é que temos R$ 30 mil (arrecadados no pedágio) e 200 crianças. Essa conta não fecha”, enfatiza.

A presidente comentou também, que atualmente Brusque conta apenas com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) que estimula crianças com autismo até os seis anos. Após essa idade, os pais precisam recorrer a terapias na rede particular.

O prefeito parabenizou a Ama pelo trabalho realizado e destacou a importância da parceria do Poder Público com as entidades, em benefício da população. “A associação realiza um trabalho muito importante. Pesquisas demonstram que o número de crianças com autismo está crescendo rapidamente. Por isso, vamos contribuir com o trabalho da entidade”, comenta Paegle.

Recursos

Será realizado para a Ama Brusque, no próximo mês, o repasse de R$ 10 mil de subvenção social para custeio da manutenção da entidade.

“A Ama nos apresentou já no final do ano passado um Plano de Trabalho, por isso é possível esse repasse agora. Também ofertamos à entidade uma sala na Arena, que pode ser utilizada se a associação necessitar, como sede provisória. A Ama também pode concorrer este ano aos recursos do Fia, e se beneficiar do repasse do Imposto de Renda de empresas de lucro real, que poderão a partir de agora optar por contribuir com o seu plano de trabalho”, revela o diretor de gabinete.

De acordo com ele, a entidade também será chamada para uma reunião no mês de março envolvendo as Secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social, para tratar da proposta de convênio de cessão de servidores públicos, principalmente no que se refere a atendimentos médicos.

“Além disso, a Ama Brusque deve compor o Calendário Anual das entidades que recebem subvenções sociais para fins de utilidade pública e serviços de contraprestação para o município, em favor da comunidade. Isso já será previsto no orçamento de 2021”, completa Andrade.

Entidade inaugura clínica nesta sexta-feira (28) no campus da Uniasselvi. (Foto: Divulgação / Secom)

Últimas postagens

Professor e filósofo Rodrigo Cesari fala sobre o controle emocional no período da pandemia

Na manhã deste sábado, 30, o Jornal da Diplomata recebeu o professor e filósofo Rodrigo Cesari que falou sobre o “A capacidade...

Sobe para 139 número de casos de Covid-19 em Brusque

Nesta sexta-feira (29) o município conta com um paciente internados em enfermaria O município de Brusque contabiliza até o...

Endorfina – Resultado de 29 de maio de 2020

Pizza grande sabores tradicionais + 01 pizza broto doce da Ramalhone Pizzaria, 100% Delivery. Ramalhone mais que uma pizza,...

Circuito de Corridas Ampe Brusque 30 anos’ será realizado em 2021

A Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AmpeBr) e a Comissão Organizadora do ‘Circuito de Corridas AmpeBr 30 anos’ informam...

Interligado – Resultado de 29 de maio de 2020

Vaso com Bambú da sorte da Barni Garden Center. Que tal deixar sua casa mais linda e aconchegante com plantas e...
Publicidade
WhatsApp chat