Identidade estudantil pode ser baixada de graça até este domingo

Outras notícias da semana

Hiper abre oportunidades em vários setores; mais de dez vagas

Pensando no crescimento de várias áreas, a Hiper está com vagas abertas. São oportunidades disponíveis em quatro setores diferentes...

MDB e Progressistas serão adversários nas eleições majoritárias de Botuverá

A corrida para o cargo de prefeito em Botuverá terá apenas dois candidatos, a exemplo do que aconteceu em 2016. 

COVID-19: Boletim epidemiológico desta quinta-feira, 17 de setembro

A Vigilância em Saúde de Brusque registrou 17 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. Segundo o último boletim epidemiológico divulgado...

PROS confirma apoio à candidatura de Paulo Sestrem e Michel Belli

Em nota à imprensa, o PROS confirma que não terá lançará chapa para concorrer à Prefeitura de Brusque. O comunicado também diz que o...

Os interessados na identidade estudantil digital têm até este domingo (16) para tentar garantir o documento que é gratuito. É que a Medida Provisória 895/2019, editada pelo presidente Jair Bolsonaro, em setembro, vai perder a validade na segunda-feira (17). A partir dessa data, o Ministério da Educação (MEC), não terá mais autorização para emitir a ID Estudantil.

Até as 12h30 deste sábado mais de 320 mil ID estudantis haviam sido emitidas, cada uma a um custo de R$ 0,15 para o governo.

O documento dá ao estudante direito a pagar meia-entrada em espetáculos artístico-culturais e esportivos e fica disponível no celular. Segundo o MEC, o objetivo é oferecer uma alternativa à carteirinha de plástico que continua sendo emitida por entidades estudantis como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e que custa R$ 35.

Validade

Diferentemente das carteirinhas tradicionais, que valem até março do ano seguinte, segundo o MEC, a ID estudantil poderá ser utilizada enquanto a matrícula do aluno em uma instituição de ensino estiver ativa no Sistema Educacional Brasileiro (SEB), que é um banco de dados nacional dos estudantes.

Mais de 6 milhões foram cadastrados na plataforma por 7,1 mil instituições de educação básica e superior. O SEB permite o acompanhamento, por exemplo, da regularidade escolar do estudante. O projeto foi pensado para que as políticas públicas sejam, cada vez mais, aperfeiçoadas e usado como base para emitir as identidades estudantis.

Como emitir o documento:

– Baixe o aplicativo “ID Estudantil” disponível, gratuitamente, no Google Play ou na Apple Store;

– Faça um cadastro pelo login do gov.br, usando o CPF e uma senha para acesso ao sistema do governo federal;

– Clique na opção para inserir uma nova ID Estudantil e aceite os termos e condições;

– Caso o estudante tenha CNH, será feito um cruzamento com a fotografia tirada no aplicativo com dados do Denatran para reconhecimento facial. Caso o estudante não tenha esse documento, serão solicitadas uma foto do rosto e uma do RG (frente e verso);

– Pronto. A ID Estudantil foi criada e ficará disponível no aplicativo.

Também é possível que o responsável emita o documento para menores de 18 anos. Neste caso, selecione a opção “ID Estudantil – dependente”.

Congresso Nacional

A MP enfrentou resistências e não chegou nem a ter a comissão especial mista – primeira etapa de tramitação – instalada no Congresso Nacional. Para partidos de oposição, a criação da ID Estudantil seria uma forma de retaliar entidades que promoveram manifestações de rua contra o governo, especialmente contra o contingenciamento de recursos para a educação.

Em uma live no Facebook esta semana, o presidente Jair Bolsonaro lamentou a não aprovação da medida pelo Congresso. “Pelo que tudo indica, nossa MP que permitia ao estudante tirar a carteira pela internet vai caducar. A UNE está vibrando, mas nossa intenção era facilitar a vida do estudante e evitar que ele tivesse que pagar R$ 35”, disse o presidente.

Perguntada pela Agência Brasil, a assessoria do MEC não respondeu se o governo pretende enviar outra proposta, como um projeto de lei, com o mesmo objetivo ao Congresso.

Últimas postagens

Covid-19: Prefeitura de Brusque edita novo Decreto nesta segunda-feira (21)

A Prefeitura de Brusque editou no final da tarde desta segunda-feira (21) o Decreto número 8.731, que dispõe sobre novas medidas de...

Boletim confirma morte de homem de 65 anos por Covid-19; 55 óbitos no município

A Vigilância em Saúde de Brusque registrou nova redução no número de casos ativos de Covid-19 na cidade, nas últimas 24 horas....

DIC finaliza investigação sobre homicídio no Rio Branco

O delegado Alex Bomfim Reis afirma que a Polícia Civil elucidou o homicídio que envolve a morte de Fábio Júnior de Paula,...

Live de contação de histórias do Observatório Social de Brusque será nesta quarta-feira, 23

O Observatório Social de Brusque (OSB Brusque) promove nesta quarta-feira, 23 de setembro, uma live do Programa “Era uma vez, uma semente...

Emprego – Para Blumenau

Emprego: o komprão Koch de Blumenau contrata: auxiliar de limpeza, atendente de carnes, balconista, auxiliar de purificador, empacotador, operador de caixa, repositor,...
Publicidade
WhatsApp chat