Secretária de Educação fala sobre início do ano letivo e objetivos da educação

Outras notícias da semana

Veículo é destruído por incêndio na rodovia Antônio Heil

Um veículo Chevrolet Celta, pertencente à Prefeitura de Brusque, foi totalmente destruído após pegar fogo na manhã desta quarta-feira (5), no perímetro urbano da...

Brusque se prepara para aplicação da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc

Após aprovação no Congresso Nacional, a Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc foi sancionada no dia 29 de junho de 2020. A Lei promoverá...

Temperô inicia nesta quarta-feira

Inicia nesta quarta-feira, 5 de agosto, a quinta edição do Festival de Inverno, o Temperô, realizado pelo...

Partida entre Brusque e São Bento, pelo Campeonato Brasileiro Série C, tem local alterado

A CBF comunicou uma mudança na tabela do Campeonato Brasileiro Série C, com alteração de local na segunda partida do Brusque na...

O Jornal da Diplomata recebeu na manhã desta quinta-feira, 23 de janeiro, a professora Eliani Aparecida Busnardo Buemo, Secretária de Educação de Brusque.

Eliani falou sobre o início do ano letivo, temas como estrutura dos educandários, distribuição de materiais escolares, transporte e qualificação profissional e contratação de ACTs.

Desde o dia 21 de janeiro, a Secretaria de Educação está com plantão na Educação Infantil, porém, conforme informado pela secretária durante a entrevista ao vivo, o número de crianças inscritas não foi o mesmo que compareceu nos educandários. Neste sentido, Eliane desabafou:

“Estamos um tanto quanto, novamente, decepcionados, porque preparamos nos para 770 crianças e isso envolve um grande número de profissionais, de merenda, mobilização de várias frentes e tivemos nos dois primeiros dias menos de 450 crianças que vieram. Isso aconteceu em 2018, en 2019, e então criamos alguns critérios. Aqueles pais que inscreveram e não trouxeram seus filhos, não puderam fazer nesse ano de 2020, mas, ainda, infelizmente, há sempre uma manifestação tão forte em relação a questão da creche, e que nós entendemos realmente que sim, mas há o que se pensar quanto, de uma forma eu diria até irresponsável. É dinheiro público. Afinal de contas, é o contrato que foi prorrogado, toda uma logística que tem que se fazer e depois a gente acaba não tendo o retorno necessário”.

Acompanhe a entrevista na íntegra!

Secretária de Educação Eliani Aparecida Busnardo Buemo. (Foto: Diplomata FM)


Últimas postagens

Previsão do tempo de 10 de agosto.

Previsão do tempo de 10 de agosto.

Conversando com Você de 10 de agosto de 2020

Conversando com Você de 10 de agosto de 2020. Ouça! Conversando com Você de 10 de agosto de...

Homem é detido após disparos de arma de fogo no quintal de casa, no bairro Dom Joaquim

Um homem foi encaminhado para delegacia após denúncia de disparos de arma de fogo. A ocorrência foi registrada por volta das 11h,...

Novo diretor do Colégio São Luiz fala sobre os desafios da educação

Na manhã desta segunda-feira, 10, o Jornal da Diplomata recebeu o Padre Silvano João da Costa, novo diretor do Colégio São Luiz, educandário que...

Atendimento para emissão de Carteira de Identidade no IGP de Brusque funciona apenas em casos emergenciais

O Instituto Geral de Perícias (IGP) de Brusque emitiu um comunicado na manhã desta segunda-feira (10), onde informa que, em razão do risco potencial...
Publicidade
WhatsApp chat