Governo reajusta salário mínimo para R$1.039 em 2020

Governo reajusta salário mínimo para R$1.039 em 2020

Outras notícias da semana

SAMU e PM atendem caso de agressão, no bairro Santa Terezinha

O Serviço de Atendimento de Urgência (SAMU) e a Polícia Militar atenderam na tarde de sexta-feira (16), por volta das 14h30,...

Girassóis plantados pela prefeitura de Brusque estão sendo furtados

A Prefeitura de Brusque, por meio do setor de paisagismo, solicita para que a população de Brusque não furte os girassóis que...

Brusque registra seis novos casos de Covid-19 em 24h

A cidade de Brusque já tem 5.666 pacientes recuperados do coronavírus. Segundo o último boletim epidemiológico divulgado neste sábado (17) o total...

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 2,5 milhões

A Mega-Sena sorteia neste sábado (17) prêmio estimado em R$ 2,5 milhões. As seis dezenas do concurso 2.309 serão...

O presidente Jair Bolsonaro assinou na terça-feira Medida Provisória que estabelece o salário mínimo em 1.039,00 reais para 2020, após cálculos que consideraram inflação mais alta decorrente do salto nos preços das carnes no fim de 2019.

O valor ficou acima dos 1.031,00 reais fixados em mensagem modificativa —enviada pela equipe econômica no fim de novembro— do Projeto de Lei Orçamentária de 2020 (PLOA-2020).

Segundo nota enviada à imprensa na terça-feira pelo Ministério da Economia, o número de 1.031 reais considerava um Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) mais baixo, mas as projeções para o índice em dezembro ficaram mais pressionadas devido ao aumento nos preços das carnes.

Foi feito ainda um ajuste que levou em conta a diferença entre a estimativa de inflação de dezembro de 2018 —critério que foi utilizado para estabelecer os 998 reais para o salário mínimo de 2019— e a variação efetiva do INPC, divulgada somente dia 11 de janeiro de 2019 e que veio mais alta que a previsão. Por fim, o governo arredondou para cima o número para evitar casas decimais (centavos).

“Como o valor anunciado ficou acima do patamar anteriormente estimado, será necessária a realização de ajustes orçamentários posteriores, a fim de não comprometer o cumprimento da meta de resultado primário e do teto de gastos”, disse o Secretário Especial de Fazenda, Waldery Rodrigues Junior.

O governo estima que para cada aumento de 1,00 real no salário mínimo as despesas com benefícios da Previdência, abono e seguro desemprego e benefícios de prestação continuada da Lei Orgânica de Assistência Social e da Renda Mensal Vitalícia se elevam em 2020 em aproximadamente 355,5 milhões de reais.

Fonte: Agência – Reuters.

SourceRedação

Últimas postagens

Boletim Epidemiológico de segunda-feira, 19 de outubro

A Vigilância em Saúde de Brusque registrou 10 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. Segundo o último boletim epidemiológico divulgado...

Mulher fica ferida em acidente que veículo fugiu do local, no bairro Dom Joaquim

Uma colisão entre carro e moto mobilizou o Corpo de Bombeiros na tarde desta segunda-feira, 19. O acidente foi registrado na Rua...

Confira a pauta da sessão ordinária desta terça-feira, 20 de outubro

Confira a pauta da sessão ordinária desta terça-feira, 20 de outubro Vereadores apreciarão ao menos três projetos de lei...

Interligado – resultado sorteio de 19 de outubro.

Par de ingressos do Cine Gracher. ***Ganhadora: Soniélle Padilha

Observatório Social de Brusque participa de concurso nacional sobre boas práticas

O Observatório Social de Brusque e região (OBS Brusque) está participando da 3ª Edição do Concurso de Boas Práticas do Sistema de...
Publicidade
WhatsApp chat