Governo reajusta salário mínimo para R$1.039 em 2020

Governo reajusta salário mínimo para R$1.039 em 2020

Outras notícias da semana

FAPESC lança 2ª edição do projeto Nascar

Uma ideia inovadora pode se transformar em novos negócios, uma empresa de sucesso e em mais empregos. Para incentivar esse processo, a...

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 45 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2266 da Mega-Sena, realizado ontem (30), no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo, situado no terminal rodoviário do...

Confira as aprovações da sessão ordinária desta terça-feira, 26 de maio

Em sessão ordinária realizada virtualmente nesta terça-feira, 26 de maio, vereadores aprovaram projetos de lei e de resolução, pedido de adiamento de discussão, requerimentos, pedidos...

Carros colidem frontalmente no bairro Poço Fundo

Próximo das 19 horas de domingo, 24, o Serviço Móvel de Urgência (SAMU) e o Corpo de Bombeiros atenderam uma colisão frontal entre dois...

O presidente Jair Bolsonaro assinou na terça-feira Medida Provisória que estabelece o salário mínimo em 1.039,00 reais para 2020, após cálculos que consideraram inflação mais alta decorrente do salto nos preços das carnes no fim de 2019.

O valor ficou acima dos 1.031,00 reais fixados em mensagem modificativa —enviada pela equipe econômica no fim de novembro— do Projeto de Lei Orçamentária de 2020 (PLOA-2020).

Segundo nota enviada à imprensa na terça-feira pelo Ministério da Economia, o número de 1.031 reais considerava um Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) mais baixo, mas as projeções para o índice em dezembro ficaram mais pressionadas devido ao aumento nos preços das carnes.

Foi feito ainda um ajuste que levou em conta a diferença entre a estimativa de inflação de dezembro de 2018 —critério que foi utilizado para estabelecer os 998 reais para o salário mínimo de 2019— e a variação efetiva do INPC, divulgada somente dia 11 de janeiro de 2019 e que veio mais alta que a previsão. Por fim, o governo arredondou para cima o número para evitar casas decimais (centavos).

“Como o valor anunciado ficou acima do patamar anteriormente estimado, será necessária a realização de ajustes orçamentários posteriores, a fim de não comprometer o cumprimento da meta de resultado primário e do teto de gastos”, disse o Secretário Especial de Fazenda, Waldery Rodrigues Junior.

O governo estima que para cada aumento de 1,00 real no salário mínimo as despesas com benefícios da Previdência, abono e seguro desemprego e benefícios de prestação continuada da Lei Orgânica de Assistência Social e da Renda Mensal Vitalícia se elevam em 2020 em aproximadamente 355,5 milhões de reais.

Fonte: Agência – Reuters.

SourceRedação

Últimas postagens

PM prende homem com mandado em aberto por crime de roubo no Paraná

Na noite de sábado, 30, um homem com mandado de prisão por roubo foi preso pela Polícia Militar. A abordagem foi realizada na região...

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 45 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2266 da Mega-Sena, realizado ontem (30), no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo, situado no terminal rodoviário do...

ANEEL anuncia bandeira tarifaria verde até dezembro de 2020

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) decidiu manter a bandeira verde acionada até 31/12/2020. O anúncio foi feito nesta terça-feira (26/5), em Reunião Pública da...

Boletim Epidemiológico: 146 casos confirmados de coronavírus em Brusque. 74 recuperados

Nas últimas 24h foram registrados sete novos casos de coronavírus em Brusque. Agora, a cidade tem 146 pacientes que já foram diagnosticados...

Prefeito de Brusque debate descentralização das ações de combate ao Coronavírus no Estado

O prefeito de Brusque, Jonas Paegle, participou na manhã de sábado (30) de uma webconferência com representantes do governo do Estado, chefes...
Publicidade
WhatsApp chat