Prazo de livre troca para saque-aniversário do FGTS termina hoje

Com bancos fechados, adesão será feita pela internet ou por aplicativo

Outras notícias da semana

Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos fala sobre como a pandemia afetou o emprego e a indústria

 Com as circunstâncias da pandemia do Coronavírus, das restrições de funcionamento da atividade econômica, a indústria metalúrgica da região também foi afetada pela emergência...

Temperô inicia nesta quarta-feira

Inicia nesta quarta-feira, 5 de agosto, a quinta edição do Festival de Inverno, o Temperô, realizado pelo...

PM prende motorista após fuga com manobras perigosas no bairro Santa Rita

Um motorista empreendeu fuga ao se deparar com um carro da Polícia Militar e na tentativa de fugir bateu contra um barranco, após realizar...

Novo diretor do Colégio São Luiz fala sobre os desafios da educação

Na manhã desta segunda-feira, 10, o Jornal da Diplomata recebeu o Padre Silvano João da Costa, novo diretor do Colégio São Luiz, educandário que...

Termina hoje (31), às 23h59, o prazo para trabalhadores assalariados optarem livremente pela modalidade de saque-aniversário de parcela do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A partir de amanhã (1º de janeiro) o trabalhador continua podendo aderir ao saque-aniversário. No entanto, quem tiver feito a escolha a partir de então terá de esperar pelo menos dois anos para voltar ao saque-rescisão.

Assim como outros bancos, as agências da Caixa Econômica Federal não abrem hoje. A adesão ao saque-aniversário deve ser feita pela internet. Para escolher a modalidade de “saque-aniversário”, o beneficiário deve entrar na seção correspondente, no site do FGTS, ou via aplicativo, disponível para smartphones tablets dos sistemas Android e iOS e para computadores com o sistema Windows.

Após confirmação de cadastramento e antes de optar pelo tipo de saque, a página do FGTS permite simulação do valor que o trabalhador teria direito e informa o período de saque conforme o mês de aniversário de cada correntista.

Em seu site, a Caixa Econômica alerta para o fato de que ao fazer a opção pelo saque-aniversário, “o trabalhador não poderá sacar o total da conta por motivo de demissão, mas tem direito a todas as demais modalidades de saque, incluindo o saque da multa rescisória. Ficam mantidos os saques para a compra da casa própria, doenças graves, aposentadoria e outros casos já previstos anteriormente na Lei”.

Cronograma

Conforme já reportado pela Agência Brasil, o saque-aniversário será de abril a junho para os trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro, de maio a junho para os nascidos em março e abril e de junho a agosto para os nascidos em maio e junho.

A partir de agosto, a retirada ocorrerá no mês de aniversário até dois meses depois. De 2021 em diante, as retiradas sempre ocorrerão no mês de nascimento do trabalhador, até dois meses depois. Caso o beneficiário não faça o saque no período permitido, o dinheiro volta para a conta do FGTS.

Ao optar pelo saque-aniversário, o trabalhador deverá escolher a data em que deseja que o valor esteja disponível: 1º ou 10º dia do mês de aniversário. Quem escolher o 10º dia retirará o dinheiro com juros e atualização monetária sobre o mês do saque.

Os trabalhador que aderir ao saque-aniversário poderá sacar um percentual do saldo de todas as contas do FGTS, ativas e inativas, em seu nome. Além do percentual, ele receberá um adicional fixo, conforme o saldo da conta. O valor a ser sacado varia de 50% do saldo sem parcela adicional para contas de até R$ 500 a 5% do saldo e adicional de R$ 2,9 mil para contas com mais de R$ 20 mil.

Ao retirar uma parcela do FGTS a cada ano, o trabalhador deixará de receber o valor depositado pela empresa caso seja demitido sem justa causa. O pagamento da multa de 40% nessas situações está mantido. As demais possibilidades de saque do FGTS – como compra de imóveis, aposentadoria e doenças graves – não são afetadas pelo saque-aniversário.

O saque-aniversário não está relacionado ao saque imediato, que prevê a retirada de até R$ 998 do FGTS de todas as contas ativas e inativas. Quem não retirou o dinheiro nessa modalidade ao longo dos últimos meses ainda poderá fazer o saque até 31 de março. Depois disso, o dinheiro retornará para a conta do FGTS.

Em 2020, serão destinados R$ 65 bilhões do FGTS para habitação. Desses, R$ 62 bi serão usados para habitação popular. Conforme decisão do Conselho Curador do FGTS, R$ 4 bilhões serão destinados ao saneamento básico; R$ 5 bilhões para o setor de infraestrutura urbana; e R$ 3,4 bilhões para o FGTS-Saúde. Os mesmos valores estão previstos para os três anos seguintes.

Com bancos fechados, adesão será feita pela internet ou por aplicativo. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Últimas postagens

Previsão do tempo de 10 de agosto.

Previsão do tempo de 10 de agosto.

Conversando com Você de 10 de agosto de 2020

Conversando com Você de 10 de agosto de 2020. Ouça! Conversando com Você de 10 de agosto de...

Homem é detido após disparos de arma de fogo no quintal de casa, no bairro Dom Joaquim

Um homem foi encaminhado para delegacia após denúncia de disparos de arma de fogo. A ocorrência foi registrada por volta das 11h,...

Novo diretor do Colégio São Luiz fala sobre os desafios da educação

Na manhã desta segunda-feira, 10, o Jornal da Diplomata recebeu o Padre Silvano João da Costa, novo diretor do Colégio São Luiz, educandário que...

Atendimento para emissão de Carteira de Identidade no IGP de Brusque funciona apenas em casos emergenciais

O Instituto Geral de Perícias (IGP) de Brusque emitiu um comunicado na manhã desta segunda-feira (10), onde informa que, em razão do risco potencial...
Publicidade
WhatsApp chat