Corpo de Bombeiros SC efetiva Bono como novo cão de busca e resgate

Outras notícias da semana

Boletim Epidemiológico de quinta-feira, 15 de outubro

Boletim Epidemiológico de quinta-feira, 15 de outubro A Vigilância em Saúde de Brusque registrou 11 novos casos de Covid-19...

Jovem morre após acidente entre carro e moto na rua Dorval Luz

Um jovem de 19 anos morreu em um acidente de trânsito na noite desta segunda-feira, 19. Conforme o Corpo de Bombeiros, a...

Dia D da Campanha de Vacinação contra Poliomielite e Multivacinação segue até às 17h nas UBS de Brusque

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Brusque, que possuem sala de vacina, seguem abertas neste sábado (17), das 8h às 17h,...

Morre o empresário e ex-prefeito Hilário Zen

Morreu nesta quinta-feira, o empresário e ex-prefeito de Brusque, Hylário Zen, aos 92 anos. O prefeito Jonas Paegle emitiu uma nota de...

Com herança genética de dois cães de busca do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), Bono é mais um dos filhotes da nova geração de cachorros treinados para buscas e resgates. Neto dos aposentados Ice e Malu, ele nasceu no Rio de Janeiro.

“Nós estamos criando uma linhagem própria de Labradores para busca e resgate e o Bono faz parte disso, reforça a família”, conta o presidente da Coordenadoria de Busca, Resgate e Salvamento com Cães, coronel Walter Parizotto.

A mãe do Bono, a cadela Lua, é uma Labradora catarinense que foi doada ao Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro. Já o pai é um Labrador da Polícia Militar do Rio de Janeiro.

“O Bono já vem com uma carga genética de qualidade para o serviço de busca e salvamento. Apesar de isso ser uma questão de orgulho para mim como condutor, sempre fica uma carga maior de expectativa sobre o nosso trabalho, mas com o treinamento correto e dedicação ele será um ótimo cão de busca”, explica o cabo Matheus Premoli, condutor do Bono.

Corpo de Bombeiros SC efetiva Bono como novo cão de busca e resgate
Binômio – dupla entre bombeiro militar e cão de busca.

O binômio – dupla entre bombeiro militar e cão de busca – está na cidade de Araranguá, no Sul do Estado, em treinamento. Com apenas 5 meses de vida, o cão já demonstra aptidão durante os treinos, que não passam de grandes brincadeiras para os animais e acontecem todos os dias.

“O que é trabalho para nós, para o cão é diversão. As sessões de treinos têm que ser divertidas e prazerosas para ele”, complementa Premoli.

Um dos diferenciais dos cães de busca e resgate do CBMSC é o fato de morarem na casa dos condutores, garantindo proximidade e afeição, além de atenção diária.

Foco na certificação

Para atuar como cão de busca do CBMSC é preciso que os cães passem por provas de certificação a partir dos 18 meses de vida. Todo a dedicação do binômio é em treinamentos para estas provas. São apresentados ao filhote diferentes estilos de terrenos e situações, brincando e estimulando a curiosidade do animal.

“Quando o Bono estiver apto para o trabalho, ele encontrará diversos cenários de ocorrências, diferentes ambientes, por isso é importante o trabalho de habituação e socialização do cão diariamente“, explica o cabo.

Últimas postagens

Interligado – Sorteio de 22 de outubro.

Minissaia Jeans presente da Cosh Jeans, que está cheia de novidades pra toda a Família no Bairro Águas Claras, siga no instagram...

Previsão do tempo de 22 de outubro de 2020.

Previsão do tempo de 22 de outubro.

Conversando com Você de 22 de outubro de 2020.

Conversando com Você de 22 de outubro de 2020.

Diretora do SENAC fala sobre inscrições para o Vestibular, Pós-Graduação e volta de cursos presenciais

Gradativamente os cursos presenciais são retomados e o SENAC se prepara para receber novos alunos através do vestibular 2021 e também nos cursos de...

Obituário (22 de Outubro)

Central Funerária – Faleceu às 9h25 de quarta-feira (21), com 93 anos, Bertha Hoffmann, que residia no Centro II. Velório na Capela do Centro. Sepultamento às...
Publicidade
WhatsApp chat