Início Agenda Evento III Mostra Sesc de Cinema será exibida em 25 cidades catarinenses

III Mostra Sesc de Cinema será exibida em 25 cidades catarinenses

Entre os dias 18 e 30 de novembro, 25 cidades catarinenses recebem a III Mostra Sesc de Cinema, projeto de apoio a produção audiovisual brasileira recente. Com representantes das cinco regiões do país, a mostra procura ampliar o acesso da população a uma filmografia que expresse a diversidade da produção nacional contemporânea.

A programação é gratuita e acontece em: Araranguá, Balneário Camboriú, Blumenau, Brusque, Caçador, Canoinhas, Chapecó, Concórdia, Criciúma, Curitibanos, Florianópolis, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Joinville, Lages, Laguna, Palhoça, Rio do Sul, São João Batista, São Joaquim, São Miguel do Oeste, Tubarão, Urubici e Xanxerê. Clique aqui para consultar a programação com datas, horários e locais da Mostra Sesc de Cinema em cada cidade.

Nesta terceira edição da Mostra, o Sesc recebeu a inscrição de 1.200 filmes, de 210 cidades. Desse total, 390 audiovisuais foram selecionados para serem exibidos em três panoramas: o Brasil (32 filmes), o infantojuvenil (10 filmes) e o estadual (348 filmes). Os filmes dos panoramas Brasil e infantojuvenil serão exibidos em todo o território nacional, enquanto os selecionados para os panoramas estaduais ficarão circunscritos apenas nessas localidades.

A programação, que é gratuita, também estará em Brusque. (Foto: Divulgação / Sesc SC)

O panorama estadual, que será exibido em Santa Catarina, é composto por sete filmes do Estado: “Apenas o que você precisa saber sobre mim”, de Maria Augusta V. Nunes (Florianópolis); “O espiral de contos de Deolindo Flores”, de Rodrigo Araújo e Thiago L. Soares (Florianópolis); “Domingos Bugreiro”, de Sander Hahn (Criciúma); “Miragem do Porto”, de Silvana Leal (Florianópolis); “Nossa Terra”, de Samuel Moreira (Itajaí); “Juventus F.C..”, de Alexandre Manoel (Florianópolis); e “A coroa”, de Gringo Starr (Florianópolis).

O objetivo do projeto Mostra Sesc de Cinema é promover a difusão de obras cinematográficas que estão fora do mercado exibidor brasileiro. “Ao proporcionar a vivência desta diversidade de temas e lugares, ratificamos a ideia de que o cinema pode ser um caminho possível para se levantar discussões. A Mostra Sesc de Cinema se apresenta como um vigoroso instrumento de fomento de obras e de diálogos entre as pessoas”, declaram os organizadores.

FILMES SELECIONADOS III MOSTRA SESC DE CINEMA

PANORAMA SANTA CATARINA

Apenas O Que Você Precisa Saber Sobre Mim”, de Maria Augusta V. Nunes (Florianópolis), 2017, Curta-metragem, 15min

O espiral de contos de Deolindo Flores”, de Rodrigo Araújo e Thiago L. Soares (Florianópolis), 2019, Longa-metragem, 83min

Domingos Bugreiro”, de Sander Hahn (Criciúma), 2017, Media-metragem, 19min

Miragem do Porto”, de Silvana Leal (Florianópolis), 2017, Media-metragem, 30min

Nossa Terra”, de Samuel Moreira (Itajaí); 2018 , Media-metragem, 20min

Juventus F.C.”, de Alexandre Manoel (Florianópolis), 2018, Curta-metragem, 10min

A coroa”, de Gringo Starr (Florianópolis), 2018, Média-metragem, 19min

PANORAMA BRASIL

“Francisco”
, de Teddy Falcão (Acre), 2018, Média-metragem, 20min

“O Céu dos Índios Desâna e Tuiuca”, de Flávia Abtibol e Chicco Moreira (Amazonas), 2017, Média-metragem, 26min

“No Rio das Borboletas”, de Zeudi Souza (Amazonas), 2017, Média-metragem, 21min

“A Besta Pop”, de Artur Tadaiesky, Fillipe Rodrigues e Rafael B. Silva (Pará), 2018, Longa-metragem, 81min

“Chamando os Ventos: por uma cartografia dos assobios”, de Marcelo Rodrigues (Pará), 2018, Curta-metragem, 14min

“Vozes da memória”, de Raissa Dourado (Rondônia), 2018, Média-metragem, 33min

“Entre Parentes”, de Tiago de Aragão (Distrito Federal), 2018, Média-metragem, 28min

“A praga do cinema brasileiro”, de William Alves e Zefel Coff  (Distrito Federal), 2018, Média-metragem, 27min

“Parque Oeste”, de Fabiana Assis (Goiás), 2018, Longa-metragem, 70min

“Guará”, de Fabrício Cordeiro e Luciano Evangelista (Goiás), 2019, Média-metragem, 21min

“Majur”, de Rafael Irineu (Mato Grosso), 2018, Média-metragem, 20min

“Quilombo Mata Cavalo”, de Jurandir Amaral (Mato Grosso), 2018, Curta-metragem, 15min

“Mateus”, de Dea Ferraz (Pernambuco), 2017, Longa-metragem, 80min

“Ilha”, de Ary Rosa e Glenda Nicácio (Bahia), 2018, Longa-metragem, 92min

“Orin: A música para os Orixás”, de Henrique Duarte (Bahia), 2018, Longa-metragem, 73min

“Aurora”, de Everlane Moraes e Tatiana Monge (Sergipe), 2017, Curta-metragem, 15min

“Aqueles dois”, de Émerson Maranhão (Ceará), 2018, Curta-metragem, 15min

“Tipoia”, de Paulo Silver (Alagoas), 2018, Média-metragem, 17min

“Estrangeiro”, de Edson Lemos Akatoy (Paraíba), 2018, Longa-metragem, 115min

“Rasga Mortalha”, de Pattrícia de Aquino (Paraíba), 2018, Curta-metragem, 15min

“Abrindo as janelas do tempo”, de Santiago José Asef (Santa Catarina), 2017, Média-metragem, 62min

“Almofada de penas”, de Joseph Specker Nys (Santa Catarina), 2018, Curta-metragem, 12min

“Euller Miller entre dois mundos”, de Fernando Severo (Paraná), 2018, Longa-metragem, 76min

“Quando as coisas se desmancham”, de Aristeu Araújo (Paraná), 2018, Média-metragem, 21min

“Isso me faz pensar”, de Hopi Chapman (Rio Grande do Sul), 2018, Média-metragem, 25min

“Catadora de gente”,  de Mirela Kruel (Rio Grande do Sul), 2018, Média-metragem, 18min

“Da curva pra cá”, João Oliveira (Espírito Santo), 2018, Média-metragem, 19min

“Navios de Terra”, Simone Cortezão (Minas Gerais), 2018, Longa-metragem, 70min

“Plano Controle”, Juliana Antunes (Minas Gerais), 2018, Média-metragem, 16min

“Jéssika”, de Galba Gogóia (Rio de Janeiro), 2018, Média-metragem, 19min

“Do outro lado”, Bob Yang (São Paulo), 2018, Curta-metragem, 14min

“Fabiana”, Brunna Laboissière (São Paulo), 2018, Longa-metragem, 89min

PANORAMA INFANTOJUVENIL

“O Malabarista”,  de Iuri Moreno (Goiás), 2018, Curta-metragem, 11min

“Lily’s hair”, de Raphael Gustavo da Silva (Goiás), 2019, Curta-metragem, 15min

“A câmera de João”,  de Tothi Cardoso (Goiás), 2017, Média-metragem, 22min

“Poética de Barro”, de Giuliana Danza (Minas Gerais), 2019, Curta-metragem, 6min

“Icamiabas”, de Otoniel Oliveira (Pará), 2017, Curta-metragem, 12min

“Vivi Lobo e o quadro mágico”, de Isabelle Santos e Edu MZ Camargo (Paraná), 2019, Curta-metragem, 13min

“Cravo, Lírio e Rosa”, de Maju de Paiva (Rio de Janeiro), 2018, Média-metragem, 20min

“Parda”, de Tai Linhares (Rio de Janeiro), 2019, Média-metragem, 29min

“Hornzz”, de Lena Franzz (Rio de Janeiro), 2019, Curta-metragem, 5min

“Clandestino”, de Barush Blumberg (Sergipe), 2017, Média-metragem, 24min

Must Read

Obituário, 17 de novembro

SC Convênios - Faleceu às 7h50 de sábado (16), com 81 anos, Ilse Wippel Nuss, que morava no Centro de Guabiruba. Sepultamento...

Hoje tem clássico do Vale; Brusque e Marcílio Dias protagonizam a final da Copa SC 2019

Neste domingo duas equipes do Vale do Itajaí se enfrentam em clima de final, de decisão. Brusque e Marcílio Dias tem jogo...

Polícia Militar de Brusque prende foragido do presídio de Chapecó

No início da manhã deste sábado, 16 de setembro, a Polícia Militar de Brusque recebeu uma denúncia de que havia um foragido...

Colégio Universitário de Brusque abre processo seletivo para contratação de novos professores

O Colégio Universitário de Brusque está contratando novos professores para as disciplinas de Arte, Espanhol, Filosofia e Sociologia, que serão oferecidas a...

Secretaria de Educação de Guabiruba lança edital de convocação para Fila Única das creches

Está na página da Prefeitura de Guabiruba na internet, e também no mural da Secretaria de Educação de Guabiruba, a lista de...
WhatsApp chat