Fiscalização: Mais rigor para cinta jugular do capacete e para infrações leves; entenda

Outras notícias da semana

Reunião da AMMVI dá encaminhamento para o credenciamento de novos leitos de UTI, via Ministério da Saúde

O Prefeito de Brusque, Jonas Paegle, participou na manhã desta segunda-feira (25) da 482ª Assembleia Geral Ordinária da Associação dos Municípios do...

Secretário de Governo e Gestão fala sobre planos estratégicos desenvolvidos em Brusque

Como queremos que a cidade de Brusque esteja em termos de desenvolvimento daqui a cinco, dez, ou 15 anos? Como forma de contribuir...

Fogo atinge sítio no bairro Aymoré em Guabiruba

Por volta das 2h30 da madrugada de domingo, 24, o Corpo de Bombeiros atendeu um chamado para um incêndio na Rua Gruenerwinkel, bairro Aymoré,...

Presidente da AMPE e diretor jurídico destacam sanção a lei que estabelece linha de créditos

A lei que aguardava a sanção por parte do governo federal e que vinha sendo ansiosamente cobrada pelas entidades representativas desses setores recebeu...

A fiscalização no trânsito de Brusque foi tema de uma reunião técnica entre a Polícia Militar, Polícia Civil, Setram (em conjunto com a Guarda de Trânsito) e centros de formação de condutores.

Pela primeira vez, centros de formação participaram de um diálogo com os órgãos que gerenciam o trânsito, de modo que o encontro serviu para uma troca de informações sobre a conduta de instrutores e policiais.

“Importante alinhar esses assuntos e deixar os condutores conscientes, precisamos trabalhar juntos para mudar o nosso trânsito”, destacou Juliano Azevedo, membro do Sindicato dos Centro de Formação de Condutores de Santa Catarina – Sindemosc.

Órgãos fiscalização realizam de Reunião técnica com centro de formação de condutores
Órgãos fiscalização realizam de Reunião técnica com centro de formação de condutores

Diante dos números do trânsito apresentados pelo tenente-coronel Otávio Ferreira, do 18º BPM, foi evidenciado as estatísticas de acidentes graves e fatais envolvendo motociclistas.

Como medidas efetivas, haverá maior rigor nos testes práticos do Detran, principalmente para motociclistas. A partir de agora será item de reprovação a colocação do capacete sem o devido uso correto da cinta jugular, que prende o equipamento na cabeça do condutor.

“Isso é um caso grave e daremos uma atenção especial pois será um critério que reprova, as estatísticas apontaram a morte preponderante de motociclistas”, frisou o delegado Fernando de Faveri.

Outra orientação dada é que a cinta tem que estar de adaptada às medidas do aluno –  isso não somente para testes, mas para motociclistas abordados em blitz.

Foi debatido com os instrutores duas situações corriqueiras em abordagens no trânsito. A PM e Guarda de Trânsito vão endurecer a fiscalização em torno de motociclistas que estejam pilotando descalços, mesmo que o chinelo de dedo esteja no guidom.

tenente-coronel Otávio Ferreira, do 18º BPM
Tenente-coronel Otávio Ferreira, do 18º BPM, durante encontro com órgãos fiscalizadores e representantes de CFC’s

 “Até então era divulgado que não havia nada que impedia, mas, entendo que caracteriza infração leve por dirigir sem atenção e os cuidados de segurança no trânsito. Pedimos que os instrutores que difundissem isso aos seus alunos, futuros condutores”, disse Otávio.

No campo das vestimentas, o assunto recai para casos habituais, como dirigir ou pilotar sem camisa. Não há muita legislação específica em torno do tema, entretanto, principalmente para condutores de moto, haverá mais atuação dos fiscalizadores.

 “É inadmissível hoje transitar de motocicleta sem camisa ou algo do gênero, esta vestimenta mínima tem que ter sob pena de multa. É uma coisa pequena, mas que cria uma nova cultura e comportamento”. O uso da viseira passou sob a ótica do debate – não sendo descartada uma autuação em caso de uso irregular que não ofereça o mínimo visibilidade ou a devida proteção aos olhos.

Ficou também alinhavado a fiscalização em torno de estacionamento de veículos que ocupem em grande parte os passeios públicos (calçadas), cada vez mais frequentes e que agora passam a ser menos toleráveis, dependendo sempre da condição dada ao pedestre.

“O ser humano em primeiro lugar, o condutor não pode ocupar um lugar que é do pedestre para favorecer o veículo. Frisamos a importância dos instrutores de orientar os alunos sobre essa infração”, disse.

Primeira reunião técnica entre órgãos de fiscalização e centro de formação de condutores, no 18º BPM.
Primeira reunião técnica entre órgãos de fiscalização e centro de formação de condutores, no 18º BPM.

Últimas postagens

Endorfina -sorteio de 26 de maio.

Cesta romântica com mix de Flores da Barni Garden Center, o dia dos namorados está chegando e Barni está cheio de novidades...

Incêndios em vegetações movimentam a segurança pública na tarde desta terça-feira

Os bairros Santa Luzia (próximo a Unidade Prisional Avançada de Brusque), Ribeirão Tavares e o município de Botuverá registram nesta terça-feira, 26,...

Emprego – Vendedor interno

Tecebem contrata: Vendedor Interno para horário comercial . Requisitos: Habilidade na área de Vendas e atendimento ao cliente;...

Interligado – Resultado de 26 de maio de 2020

Camiseta VR (Tamanho P) da Ibiza Multimarcas, que está com descontos especiais em todas as marcas. Lacoste, Tommy, VR, Osklen, Ricardo Almeida,...

Conversando com Você de 26 de maio de 2020

Conversando com Você de 26 de maio de 2020. Ouça!
Publicidade
WhatsApp chat