Bandeira tarifária das contas de luz em junho será verde

Outras notícias da semana

PM prende homem com mandado em aberto por crime de roubo no Paraná

Na noite de sábado, 30, um homem com mandado de prisão por roubo foi preso pela Polícia Militar. A abordagem foi realizada na região...

Acidente entre carro e moto fere mulher, no bairro Primeiro de Maio

Uma colisão entre carro e moto foi atendida pelo Corpo de Bombeiros no início da tarde desta quarta-feira (27), no bairro Primeiro...

Reitora da Unifebe fala sobre Plano de Retomada Gradual às aulas presenciais

Planejamento prevê medidas a serem adotadas quando houver relaxamento da quarentena no estado. O Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE) criou...

Guabiruba: Quadrilha assalta malharia e foge com cinco toneladas de malha; dois são presos em Blumenau

Um assalto em uma malharia movimentou a Polícia Militar em Guabiruba, na noite desta terça-feira, 27. De acordo com a PM, uma equipe de...

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou hoje (31) que a bandeira tarifária para junho de 2019 será a verde, sem cobrança extra nas contas de luz. Em maio, foi acionada a bandeira amarela, com acréscimo de R$ 1 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

A Aneel disse que, embora junho seja um mês típico da estação seca nas principais bacias hidrográficas do país, “a previsão hidrológica para o mês superou as expectativas, indicando tendência de vazões acima da média histórica para o período” e que, por isso, o cenário foi favorável para a retirada da cobrança extra nas contas de luz.

O cálculo para acionamento das bandeiras tarifárias leva em conta, principalmente, dois fatores: o risco hidrológico e o preço da energia. Segundo a agência, o cenário favorável reduziu o preço da energia para o seu patamar mínimo, o que “diminui os custos relacionados ao risco hidrológico e à geração de energia de fontes termelétricas”, possibilitando a manutenção dos níveis dos principais reservatórios próximos à referência atual.

Sistema

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado, de acordo com a Aneel, para sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias possui três cores: verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) que indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

No dia 21 de maio, a Aneel aprovou um reajuste no valor das bandeiras tarifárias. Com os novos valores, caso haja o acionamento da bandeira amarela, o acréscimo cobrado na conta passou de R$ 1 para R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos. Já a bandeira vermelha patamar 1 passou de R$ 3 para R$ 4 a cada 100 kWh e no patamar 2, passou de R$ 5 para R$ 6 por 100 kWh consumidos. A bandeira verde não tem cobrança extra.

Os recursos pagos pelos consumidores vão para uma conta específica e depois são repassados às distribuidoras de energia para compensar o custo extra da produção de energia em períodos de seca.

De acordo com a agência reguladora, o reajuste no valor das bandeiras foi motivado pelo déficit hídrico do ano passado, que reposicionou a escala de valores das bandeiras. A agência disse que foi incorporada uma nova regra de acionamento que atualiza o perfil do risco hidrológico.

Com a nova regra, segundo a agência, o risco higrológico passa a refletir exclusivamente a distribuição uniforme da energia contratada nos meses do ano. “O efeito do GSF [sigla do inglês para risco hidrológico] a ser percebido pelos consumidores retratará com maior precisão a produção da energia hidrelétrica e a conjuntura energética do sistema”, disse à agência.

A Aneel disse ainda que a medida evitará que a conta da bandeira tarifária fique deficitária em 2019. Em 2018 o déficit foi de cerca de R$ 500 milhões.

Últimas postagens

PM prende homem com mandado em aberto por crime de roubo no Paraná

Na noite de sábado, 30, um homem com mandado de prisão por roubo foi preso pela Polícia Militar. A abordagem foi realizada na região...

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 45 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2266 da Mega-Sena, realizado ontem (30), no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo, situado no terminal rodoviário do...

ANEEL anuncia bandeira tarifaria verde até dezembro de 2020

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) decidiu manter a bandeira verde acionada até 31/12/2020. O anúncio foi feito nesta terça-feira (26/5), em Reunião Pública da...

Boletim Epidemiológico: 146 casos confirmados de coronavírus em Brusque. 74 recuperados

Nas últimas 24h foram registrados sete novos casos de coronavírus em Brusque. Agora, a cidade tem 146 pacientes que já foram diagnosticados...

Prefeito de Brusque debate descentralização das ações de combate ao Coronavírus no Estado

O prefeito de Brusque, Jonas Paegle, participou na manhã de sábado (30) de uma webconferência com representantes do governo do Estado, chefes...
Publicidade
WhatsApp chat