Reunião discute videomonitoramento em Brusque

Município ganhou 20 câmeras com tecnologia OCR que serão utilizadas para estudos de mobilidade e, também, para aumentar a segurança no perímetro urbano

Outras notícias da semana

Carro atinge muro na rua Davi Hort

Um acidente de trânsito movimentou o Corpo de Bombeiros na manhã desta terça-feira, 2. De acordo com a corporação, um veículo saiu da pista...

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 45 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2266 da Mega-Sena, realizado ontem (30), no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo, situado no terminal rodoviário do...

Professor e filósofo Rodrigo Cesari fala sobre o controle emocional no período da pandemia

Na manhã deste sábado, 30, o Jornal da Diplomata recebeu o professor e filósofo Rodrigo Cesari que falou sobre o “A capacidade...

Hospital Azambuja recebe respiradores do Governo do Estado

A tarde desta quinta-feira, 28 de maio, foi marcada pela entrega dos 10 respiradores doados pelo Governo do Estado de Santa Catarina...

O prefeito de Brusque, Jonas Paegle, acompanhado do vice-prefeito Ari Vequi, se reuniu, durante a tarde da última quarta-feira (15), com integrantes da sociedade civil organizada, da Secretaria Municipal de Trânsito e Mobilidade (SETRAM), do 18º Batalhão de Polícia Militar e da Polícia Civil.

Em pauta, os participantes deliberaram sobre a utilização de 20 câmeras digitais imbuídas com a tecnologia Optical Character Recognition (OCR), capazes de identificar placas veiculares, em pontos estratégicos do municípios. O Município de Brusque recebeu os equipamentos recentemente como doação do Distrito de Karlsruhe, objeto das “50 Parcerias Municipais para o Clima”.

Originalmente, as câmeras deverão ser utilizadas para estudos de mobilidade urbana. Porém, a administração municipal estuda a possibilidade de utilizá-las, também, como aparatos de segurança pública. “Junto com as entidades, chegamos a um denominador comum. Vamos unir o útil ao agradável, respeitando o principal objetivo do projeto conjunto com a Alemanha, e também dando uma atenção à importante questão do videomonitoramento”, ressalta o vice-prefeito de Brusque.

A ideia, conforme Vequi, é de que as entidades associativistas do município, como a Associação Empresarial de Brusque (Acibr) e a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), paguem a instalação das câmeras, enquanto a SETRAM irá realizar o custeio mensal dos aparelhos.

“Poderemos identificar, desta maneira, situações perigosas que se deslocam para Brusque. Estamos discutindo a segurança da cidade, mesmo sendo dever do estado, e isso é fundamental para o nosso futuro”, salienta o chefe do Poder Executivo municipal, Jonas Paegle.

Últimas postagens

Confira o Boletim Epidemiológico da Prefeitura de Brusque desta quarta-feira (03)

A Secretária de Saúde de Brusque, por meio da Vigilância em Saúde, informa os números relacionados à pandemia de Coronavírus (Covid-19) no município. Nesta quarta-feira...

Endorfina – Resultado de 03 de junho de 2020

Vale compras de 50 Reais no 5º Bazar das Fábricas que vai até domingo, 7 de junho, na Sociedade Santos Dumont...

Interligado – Resultado de 03 de junho de 2020

Pizza grande sabores tradicionais + 01 pizza broto doce da Ramalhone Pizzaria, 100% Delivery. Ramalhone mais que uma pizza, uma...

Conversando com Você de 03 de junho de 2020

Conversando com Você de 03 de junho de 2020. Ouça! Conversando com Você de 03 de junho de...

Previsão do tempo de 03 de junho de 2020.

Previsão do tempo de 03 de junho de 2020.
Publicidade
WhatsApp chat