Escolas de Guabiruba participam de ação sobre saúde auditiva

A grande atração do dia é uma orelha inflável gigante que foi instalada no ginásio da escola para facilitar o entendimento das crianças sobre o aparelho auditivo.

Outras notícias da semana

Paróquia São Luís Gonzaga retoma missas com fiéis

No fim da tarde de segunda-feira, 27 de julho, a prefeitura de Brusque emitiu o decreto nº 8.680, anunciando a retomada da...

Brusque registra mais um óbito por Covid-19

Brusque registrou neste domingo (2) um total de 3077 confirmações de coronavírus deste o início da pandemia. Em relação ao último boletim que foi...

Presidente do Sinduscon assume vaga no conselho do SESI e em entrevista avalia também o cenário da construção civil

Durante a reunião online realizada pelos membros da FIESC mensalmente e que envolve a presidência da Federação, vice-presidentes regionais e todos os diretores da...

Temperô inicia nesta quarta-feira

Inicia nesta quarta-feira, 5 de agosto, a quinta edição do Festival de Inverno, o Temperô, realizado pelo...

A Escola Padre Germano Brandt recebe durante toda a quinta-feira (16) as atividades do Programa Saúde na Escola (PSE). O tema trabalhado é saúde auditiva e envolve estudantes do 1º ao 5º ano de seis escolas municipais que participam do programa e visitarão o educandário do Aymoré até o final da tarde.

A grande atração do dia é uma orelha inflável gigante que foi instalada no ginásio da escola para facilitar o entendimento das crianças sobre o aparelho auditivo. No lado de dentro, ela simula em tamanhos grandes todas as partes do ouvido.

A estrutura pertence ao Sesi e foi alugada pela Secretaria de Saúde de Guabiruba. As turmas assistem as explicações de uma fonoaudióloga cedida pelo Sesi para entender como funciona a audição e como fazer a limpeza correta da orelha e do ouvido. “Os alunos aprendem sobre vários aspectos, desde o fone de ouvido, tão comum hoje em dia e que pode levar à perda auditiva pelo mau uso, até a forma como os sons são captados e processados pelo cérebro”, explicam as fonoaudiólogas Cláudia Kuhnen e Cristiane Monestel.

Cláudia e Cristiane são servidoras da Prefeitura de Guabiruba e trabalham no NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família) e na Secretaria de Saúde respectivamente. As atividades contam ainda com a assistência da fonoaudióloga Larissa Dalbosco, da Secretaria de Educação de Guabiruba.

Atividade física

Até o fim do dia, mais de 320 alunos deverão passar pela orelha gigante. Como o espaço tem capacidade para poucas pessoas por vez, enquanto a fonoaudióloga do Sesi recebe os estudantes para as explicações, as outras turmas aguardam do lado de fora praticando atividades físicas.

Essa é outra prerrogativa do Programa Saúde na Escola que, durante a ação na Padre Germano Brandt, fica a cargo da professora Eduarda Schwigert, do NASF. “Proponho atividades envolvendo música, dança e interação. À tarde, como são alunos maiores, vamos fazer uma gincana. A ideia é fazer algo diferente das aulas de educação física que já acontecem no dia a dia da escola”, explica.

Encaminhamentos

A equipe do PSE também orienta os professores, indicando sinais e mostrando o que deve servir de alerta para uma possível deficiência auditiva. “Quando um professor identifica algum problema, é orientado a encaminhar o aluno à unidade de saúde”, explica Cristiane.

Sinais de alerta para Perda Auditiva:

●        Atraso no desenvolvimento da linguagem oral;

●        Não reage a barulhos fortes;

●        Pede para aumentar o volume da TV constantemente;

●        A fala da criança é de difícil entendimento, vocabulário restrito;

●        Expressão confusa quando recebe ordem ou quando lhe perguntam alguma coisa oralmente;

●        Substitui e omite sons na fala e escrita;

●        Apresenta qualidade vocal pobre;

●        Histórico de dores de cabeça e infecções do ouvido;

●        Aparentemente desobediente quando as ordens são feitas por meio da fala;

●        Dificuldades em prestar atenção na fala, tornando-se dispersa;

●        Não responde quando é chamada oralmente;

●        Confunde direções ou não consegue compreender;

●        Evita pessoas, brinca sozinha, parece ressentida ou irritada; está sempre indisposta, inquieta ou tensa;

●        Dá respostas erradas às perguntas formuladas oralmente;

●        Dificuldade de compreensão e concentração nas aulas;

●        Apresenta dificuldades na alfabetização;

●        Não se desenvolve bem na escola.

SourceRedação

Últimas postagens

CDL mostra boas expectativas para o Dia dos Pais, com o Sábado Fácil

O presidente da CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas, Fabrício Zen, comentou sobre as expectativas do comércio para o Dia dos Pais.

Conversando com Você de 05 de agosto de 2020

Conversando com Você de 05 de agosto de 2020. Ouça! Conversando com Você de 05 de agosto de...

Conversando com Você de 04 de agosto de 2020

Conversando com Você de 04 de agosto de 2020. Ouça! Conversando com Você de 04 de agosto de...

Previsão do tempo de 05 de agosto de 2020.

Previsão do tempo de 05 de agosto de 2020.

Temperô inicia nesta quarta-feira

Inicia nesta quarta-feira, 5 de agosto, a quinta edição do Festival de Inverno, o Temperô, realizado pelo...
Publicidade
WhatsApp chat