Início Notícias Empresarial ACIBr realiza reunião itinerante em Guabiruba

ACIBr realiza reunião itinerante em Guabiruba

Membros da diretoria da ACIBr – Associação Empresarial de Brusque estiveram reunidos com integrantes do NEG – Núcleo Empresarial de Guabiruba e convidados, nesta segunda-feira, 1º de abril, no salão nobre da Prefeitura de Guabiruba. O encontro contou com a participação do prefeito Mathias Kohler e de representantes do Observatório Social de Brusque e da Cooperativa UNICRED.

Guabiruba
O encontro contou com a participação do prefeito Mathias Kohler e de representantes do Observatório Social de Brusque e da Cooperativa UNICRED

O presidente da ACIBr Halisson Habitzreuter abriu a reunião saudando os participantes e agradecendo a acolhida da Prefeitura de Guabiruba. O prefeito Mathias Kohler deu as boas-vindas aos presentes e solicitou que servidores, que integram o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, fizessem a apresentação do Programa Tributo Solidário.

Os conselheiros explicaram como os empresários podem contribuir com o FIA – Fundo Especial para Infância e Adolescência, através da Declaração do Imposto de Renda – Pessoa Física. “O FIA possibilita o desenvolvimento de muitos projetos e estamos buscando incentivar que mais recursos sejam direcionados ao Fundo. Muitas empresas já costumam contribuir, mas nossa proposta é no sentido de que os empresários, enquanto cidadãos, também nos ajudem, por meio da sua declaração do IR”, descreveram os servidores públicos.

Guabiruba
O encontro contou com a participação do prefeito Mathias Kohler e de representantes do Observatório Social de Brusque e da Cooperativa UNICRED

Na sequência, o consultor de Licitações Samuel Patissi e o educador fiscal Felipe Gonçalves do Nascimento, falaram sobre as ações desenvolvidas pelo Observatório Social no Município de Guabiruba, dentre elas, divulgação de informações dos Portais da Transparência, solicitação de informações, acompanhamento de licitações, avaliação de ações dos gestores públicos e programas de Educação para Cidadania Fiscal, como o Observador Social Mirim. De acordo com Samuel, o objetivo do órgão é intensificar a atuação no município e iniciar neste ano, o trabalho de monitoramento de obras públicas, incentivando também os cidadãos a fazerem seu papel de fiscalizar.  

O assessor jurídico da ACIBr, Osmar Peron Júnior, salientou que o Observatório Social é fruto da Associação Empresarial, que em parceria com outras entidades, trouxe a iniciativa para Brusque. O advogado questionou ainda como está a implantação do Observatório Social a nível estadual.

Samuel destacou que o Observatório Social de Santa Catarina foi inaugurado em dezembro de 2018 e visa a multiplicação de boas práticas pelo Estado. “Somos pioneiros no Programa Observador Social Mirim e também somos o primeiro estado a contar com um OSB a nível estadual”, declarou.

Guabiruba
O encontro contou com a participação do prefeito Mathias Kohler e de representantes do Observatório Social de Brusque e da Cooperativa UNICRED

O prefeito Mathias Kohler manifestou satisfação em contar com as atividades do Observatório Social no município, principalmente, no acompanhamento de processos licitatórios. “Guabiruba espera com ansiedade o monitoramento de obras também, que será um trabalho de extrema importância para ajudar o Poder Público a garantir a qualidade das obras”, comentou Mathias.

O presidente da ACIBr Halisson Habitzreuter, observou que o ex-presidente da entidade, Nelson Zen Filho foi o grande idealizador do OSBr, e que não há como falar do trabalho desenvolvido, sem fazer menção a Tato Zen. “O Observatório Social vem fazendo uma grande diferença no dia a dia de nossos municípios e a Associação Empresarial se sente orgulhosa desse bom serviço”, frisou Halisson.

Cenário Econômico

Os gerentes da Cooperativa UNICRED, Elton de Azevedo e Marlon Rodrigo Suavi, também participaram da reunião e fizeram uma explanação sobre o atual cenário econômico financeiro do país. Marlon comentou sobre uma reportagem publicada na revista Exame, em 2013, que dizia que em 20 anos o Brasil ficaria rico. “Sempre tivemos mais pessoas na base da pirâmide, mas isso está mudando, e hoje temos menos nascimentos e mais pessoas idosas. Em 2020 teremos um bônus demográfico, com um grande número de pessoas aptas ao mercado de trabalho, porém, enquanto outros países se desenvolveram ao passar por essa realidade, nós corremos o risco de envelhecer antes de nos desenvolvermos. O Brasil está gastando mais do que arrecada e grande parte dos gastos é por conta da Previdência. Cada vez temos menos pessoas contribuindo e a previsão é de que, sem a reforma da previdência, em 2025 não se tenha mais dinheiro para pagar os aposentados”, descreveu Marlon.

O gerente considerou ainda que o país está diante de uma bomba demográfica, com um plano centralizado no Governo, com seguridade social misturada ao plano de previdência e privilégios ao setor público. “Nosso maior déficit hoje está no setor público e é preciso reverter esse quadro. O desafio é viver mais e melhor. Para isso, precisamos apostar em capitalização como uma nova previdência, com um plano individual, descentralizado, com separação da seguridade social e fim dos privilégios”, alertou Marlon, observando que a Previdência privada representará uma segurança cada vez maior aos cidadãos.

Elton falou também sobre a atuação da Cooperativa, que em Brusque possui 1.600 cooperados. “A UNICRED trabalha com um público diferenciado de médicos e empresários, que tem um perfil mais aplicador do que tomador, por isso, a Cooperativa é bem sólida. Diferente dos bancos comuns, todo lucro gerado volta para os cooperados, porque não temos fins lucrativos. A UNICRED hoje, possui quatro centrais no Brasil e 35 cooperativas presentes em nove estados. Oferecemos diversos produtos, como linhas de crédito e investimentos”, declarou o gerente.

Acesso Brusque x Guabiruba

Num segundo momento da reunião, o coordenador do NEG, Maico Tomasi, falou sobre um assunto discutido no Núcleo Empresarial, que diz respeito a um novo acesso entre Brusque e Guabiruba. “Nossa última reunião contou com a participação do vice-prefeito de Brusque e do secretário de planejamento de Guabiruba, onde foi discutida a necessidade de um novo acesso entre as cidades. Uma das sugestões, seria a expansão da Beira Rio pelo Maluche, e a construção de uma nova ponte entre a localidade da Varginha e a Guabiruba Sul, com acesso pela rua Nicolau Schaefer e Evaldo Fischer. É apenas uma conversa inicial, sendo que as duas Prefeituras se propuseram a sentar para estudar e avaliar a viabilidade econômica e ambiental de um novo acesso. Mas se não começarmos a pensar agora, as obras não irão sair do papel daqui cinco, dez ou cinquenta anos. É uma demanda que temos percebido e chamamos o Poder Público para debater o assunto. Demos o pontapé inicial e ficou combinado com o secretário de planejamento de Guabiruba, que na reunião do NEG no mês de junho, vamos retomar a conversa, sendo que há outras alternativas possíveis. Então, a ideia é fazer um estudo, para avaliar qual o melhor caminho e viabilidade”, explicou Maico.

O coordenador do NEG comentou também sobre a obra de reforma da Escola Estadual João Boos. “O Núcleo abraçou essa causa e temos um carinho muito especial por essa obra. Ficamos muito tristes, pois dez anos se passaram e até agora nada. Recebemos uma resposta do governador do Estado, de que a obra entrou em processo licitatório, mas não existem prazos determinados, então estamos acompanhando, e se até maio não tiver um encaminhamento, vamos cobrar novamente uma posição, pois queremos que essa situação se resolva o quanto antes. Estamos atentos a isso”, garantiu Maico.

O presidente da ACIBr parabenizou o trabalho do Núcleo Empresarial de Guabiruba e colocou a diretoria da entidade à disposição, para auxiliar no que for preciso. “O problema da mobilidade urbana é recorrente e requer discussão permanente. Precisamos passar por uma mudança de conscientização e temos uma série de desafios a serem superados. A classe empresarial de Guabiruba iniciou esse debate e tem o nosso apoio, assim como, a integração com o poder público é fundamental. Essa soma de esforços traduz a nova política e é o que a sociedade espera daqui pra frente. As entidades, a sociedade civil atuando em parceria com o poder público constituído, é uma fórmula de sucesso. Em Guabiruba essa relação já está amadurecida, é uma realidade que vem acontecendo há mais tempo, e essa integração pode ser observada nas ações do dia a dia”, observou Halisson, agradecendo a participação de todos e encerrando a reunião.

Must Read

Bruscão goleia Juazeirense e está classificado para o Brasileiro da Série C

Na tarde deste domingo, 21, Brusque recebeu a equipe da Juazeirense (BA) para o confronto de volta das quartas de finais do...

Único acertador ganha prêmio de R$ 21,9 milhões na Mega-Sena

Uma única aposta, feita no estado de São Paulo, acertou os seis números do concurso 2.171 da Mega-Sena, realizado ontem (20).

PM recupera celular roubado, logo após do crime no Centro

Um roubo de celular mobilizou a Polícia Militar por volta da 1h30 deste domingo, 21, no bairro Centro. A vítima abordou o...

PM registra casos de furtos em residências; No Limeira e no Limoeiro

Uma residência no bairro Limeira foi alvo de furto, na noite de sábado, 20. A Polícia Militar registrou a ocorrência...

Moto bate em poste na rua Padre Antônio Eising

Um motociclista bateu contra um poste na rua Padre Antônio Eising, na noite deste sábado, 20. A colisão foi de forte impacto. O socorro...
WhatsApp chat