Início Notícias Geral A influência do fator climático na produção têxtil de Brusque em destaque

A influência do fator climático na produção têxtil de Brusque em destaque


Brusque é um pólo têxtil e, por isso, respira moda.

Brusque
Brusque, Santa Catarina. (Foto: Arquivo Diplomata FM)

Na participação do Jornalismo Diplomata FM no Programa Da Hora desta quarta-feira (27), o tema foi Moda e Clima – as influências das estações do ano na produção têxtil e do que se torna Moda para um determinado período do ano, baseado no fator climático.

Com base nisso, como se planejar, mesmo não tendo total certeza de como estarão as temperaturas daqui a seis meses, quando estaremos em outra estação? A participação também trouxe uma expectativa de como o clima deve se comportar em 2019 em Brusque, com dados obtidos com Ronaldo Coutinho, do Climaterra, e comparações de temperaturas (extremas das estações), através dos dados históricos registrados por Ciro Groh, o observador do tempo.

Sabemos que muitos são os fatores que influenciam o mercado da moda, e Brusque é muito influenciada pelas tendências por conta da produção têxtil local. Um destes fatores é a mudança de estação. Quando muda uma estação, vem novas tendências, e é aqui que os lojistas estudam o que é preciso mudar e se antenar para agregar às suas coleções seguintes.

Em Brusque, vive-se a moda de um uma forma muito particular. As lojas se organizam de acordo com o clima, as fábricas trabalham a todo vapor para entregar pedidos e mais pedidos. Liquidações acontecem nas mudanças de estação para esvaziar os estoques da estação que se despede.

Rodrigo Zen, Coordenador do curso de Design de Moda da UNIFEBE e responsável pelo Laboratório Fashion da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região (AMPEBr), explica que as estações do ano e o clima sempre determinam as coleções nas empresas e no comércio. Vamos entender como isso funciona!

Rodrigo Zen

Quando as coleções se preparam para a próxima estação? Rodrigo nos explica que as coleções iniciam seus planejamentos e criações até com um ano de antecedência antes de chegar nas lojas. Rodrigo nos traz exemplos bastante pontuais, onde Brusque se encaixa nesta explicação. Ele aponta:

Rodrigo Zen

Rodrigo nos explicou como funciona os bastidores do negócio da moda, e falou sobre a Rodada de Negócios, com os previews, que tradicionalmente acontecem em Brusque. Maio acontece a 49ª Pronegócio Primavera-Verão 2019, de 13 a 17 de maio, no Pavilhão da Fenarreco.

Médias históricas

De 2013 para cá, no período do inverno, a média mais fria ocorreu em 2016: 16,3°C. E do mesmo período para cá, em relação ao calor, as temperaturas médias oscilaram entre 25°C e 27°C, com destaque para 2017, onde a média foi de 27,1°C.

Ciro Groh
Dados coletados por Ciro Groh nos últimos seis anos. (Foto: Divulgação/Ciro Groh)

Além de coletar esses dados diariamente para poder ter as médias semanais, mensais e anuais, Ciro Groh também abastece todas essas informações na internet.

É possível estudar o clima do ano atual com base nas estações do ano que passou. Sobre Brusque, as extremas foram as seguintes em relação ao inverno e o verão que passou: A temperatura mínima do inverno/2018 foi 3,1 graus em 27/08/2018, no bairro Tomaz Coelho. Já o verão reservou seu dia amis quente em 3 de janeiro de 2019, no Centro, com temperatura de 40,2 graus.

Como devem se comportar as temperaturas em 2019?

O que esperar do clima em 2019? Segundo Ronaldo Coutinho, do Climaterra, 2019 terá um inverno alternado. Frio vai ter, isso é lógico, mas quanto de frio? Não deve ser tão rigoroso, mas tem previsão de um período prolongado de dias bem frios, cerca de 15 a 20 dias seguidos.

O que esperar de 2019 em relação ao clima?

Conforme Ronaldo Coutinho, há uma tendência de termos um inverno mais úmido, o que caracteriza períodos e sensações mais frias. “Devemos ter dias frios, com temperaturas abaixo de 5 graus, mas, em contrapartida, dias com temperaturas nos 30 graus durante o dia em pleno inverno”. Lá por volta de julho e agosto, deve ocorrer um período mais longo de frio, cerca de 15 a 20 dias assim, seguidos, aponta Coutinho.

Janeiro de 2019 foi um mês muito quente, com dias insuportavelmente abafados. Apesar de ser normal por conta da época, em Brusque não costuma ser tão quente assim como ocorreu em janeiro. E esse comportamento deve ocorrer também no inverno.

Must Read

Ari Vequi fala sobre Beira Rio e Rodovia Antônio Heil

Na manhã desta quinta-feira, 27, o Jornal da Diplomata recebeu em seu estúdio José Ari Vequi, vice-prefeito de Brusque. Na oportunidade ele tratou de...

Morre aos 59 anos o advogado brusquense ‘Marcão Silva’ após lutar contra o câncer

Foi confirmada na madrugada desta quarta-feira, 27 de junho, a morte do advogado brusquense Marcus Antônio Luiz da Silva, o Marcão. Ele...

Manhã Mais – sorteio de 27 de junho.

Um Jeans Kaekós de até 100 reais; ponto de vendas de fábrica da Kaekós em frente a Sancris, no Maluche.

Interligado – resultado sorteio de 26 de junho.

Óculos de Sol Unissex das Óticas Diniz - Ganhador: Thiago Postal Almoço pra duas...

Presidente da Fecomércio participa de sessão ordinária na Câmara Municipal

Na noite de terça-feira, 25, a Câmara Municipal de Guabiruba esteve reunida em mais uma sessão ordinária, sendo os trabalhos conduzidos pela presidente da...
WhatsApp chat