Em dois dias, três rochas já foram detonadas durante obra de macrodrenagem na rua Santa Cruz

Outras notícias da semana

Colegiado de saúde da Ammvi monitora matriz de risco da Covid-19 e alerta que desrespeito do distanciamento social é gravíssimo

O enfrentamento à pandemia da Covid-19 tem envolvido municípios do médio Vale do Itajaí. O trabalho está a cada semana mais sincronizado...

Partida entre Joinville e Brusque tem horário alterado

O confronto entre Joinville e Brusque, válido pela ida das quartas de final do Campeonato Catarinense Série A 2020, teve seu horário alterado das...

Boletim Epidemiológico da Prefeitura de Brusque desta quinta-feira (09)

A Secretária de Saúde de Brusque, por meio da Vigilância em Saúde, informa os números relacionados à pandemia de Coronavírus (Covid-19) no município. Nesta...

Carro e moto colidem na ponte da rua Prefeito Germano Schaeffer

Por volta do meio-dia desta quarta-feira, 8, uma colisão carro e moto movimentou o Corpo de Bombeiros. O acidente ocorreu sobre a ponte na...

Um dos desafios apontados pela Secretaria de Obras durante a execução de uma grande obra de macrodrenagem na rua Santa Cruz, bairro Águas Claras, tem se concretizado. Havia a expectativa de que surgissem durante o caminho lajes de rochas, e o fato se constatou, conforme mostra o vídeo abaixo.

Três rochas foram localizadas e explodidas em dois dias de obra

As explosões ocorreram na tarde de quinta-feira e nesta sexta-feira, 1° de março.

Os trabalhos naquela região iniciaram na quarta-feira, após reinvindicação da comunidade pro conta de sérios transtornos vividos ao longos de 30 anos com alagamentos e casas atingidas por água quando ocorrem fortes chuvas. A obra iniciada nesta semana envolve troca de tubulações. O local é considerado de risco e com alto potencial de alagamentos.

Detonação de rochas

Somente em dois dias três rochas já foram encontradas e detonadas para que seja possível dar sequência aos trabalhos.

O procedimento não é considerado comum durante este tipo de trabalho. Foram poucos casos de localização de lajes de rocha em obras feitas na cidade pela Secretaria de Obras. Quando encontradas, as pedras precisam ser detonadas com todo o cuidado possível e o local precisa ser isolado.

Quando isso acontece, o trabalho acaba atrasando devido a todos os procedimentos necessários de segurança que precisam ser efetuados. Toda a mão de obra e maquinário paralisam as atividades até que as pedras sejam furadas e detonadas.

Últimas postagens

Os avanços e novas técnicas para realização de cirurgias foi tema de entrevista com o médico Dr. João Diedrich

Na manhã deste sábado, 11, o Jornal da Diplomata recebeu o médico Cirurgião Geral, Dr. João Alfredo Diedrich, graduado em medicina pela Fundação Universidade...

Manhã Mais – Resultado sorteio 11 de julho

Kit com Planner 2021 + lápis + canetas especiais da Graf Livraria *** Ganhadora: Dislaine Dalprá Sansão ***

Obituário de sábado 11 de julho

Central Funerária Faleceu às 11h45 de sexta-feira, 10, Ronei Zancanaro, 42 anos, morador do bairro Guarani. Sepultamento ocorreu ontem às 17...

Secretário Humberto Fornari está na UTI na Capital

A Prefeitura de Brusque informa que o Secretário de Saúde, Humberto Fornari, necessitou de internação hospitalar na tarde desta sexta-feira (10) no...

Câmara de Vereadores lamenta morte de ex-servidor por Covid-19

A Câmara Municipal de Brusque, por meio de seus vereadores e funcionários, manifesta profundo pesar pelo falecimento do ex-servidor Ronei Zancanaro, aos...
Publicidade
WhatsApp chat