Início Notícias Geral Mais de 2,6 milhões de eleitores faltosos poderão ter o título cancelado

Mais de 2,6 milhões de eleitores faltosos poderão ter o título cancelado

Um total de 2.645.785 eleitores identificados como faltosos pela Justiça Eleitoral poderão ter o título cancelado caso não regularizem sua situação no período de 7 de março a 6 de maio. A partir desta quarta-feira (20), os cartórios eleitorais disponibilizarão ao público as relações contendo os nomes e os números dos títulos desses cidadãos.

Eleitor faltoso é aquele que não votou nem justificou a ausência nos três últimos pleitos (regulares ou suplementares), sendo cada turno considerado uma eleição. Conforme previsto no parágrafo 1º do artigo 7º da Lei nº 4.737/1965 (Código Eleitoral), enquanto não regularizar sua situação junto à Justiça Eleitoral, o eleitor estará sujeito a uma série de impedimentos.

Os prazos para a execução dos procedimentos relativos ao cancelamento dos títulos eleitorais, bem como para a regularização da situação dos eleitores que deixaram de votar nas três últimas eleições e de justificar o voto, estão previstos na Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 23.594/2018.

De acordo com o cronograma estabelecido pela norma, os cartórios eleitorais deverão afixar, nesta quarta-feira (20), os editais contendo as listagens dos eleitores faltosos aos três últimos pleitos. Somente aqueles que estiverem nessa condição deverão regularizar sua situação nos cartórios no período de 7 de março a 6 de maio.

Ainda segundo o cronograma, a Justiça Eleitoral cancelará, no período de 17 a 20 de maio, as inscrições dos eleitores que não tiverem regularizado sua situação até a data-limite estabelecida. Enquanto os cancelamentos estiverem sendo efetuados, não serão feitas atualizações no cadastro eleitoral.

A partir do dia 21 de maio, as atualizações cadastrais serão retomadas, e a Justiça Eleitoral divulgará, a partir do dia 24 do mesmo mês, as relações contendo os nomes dos eleitores e os números dos respectivos títulos cancelados por ausência aos três últimos pleitos.

Comunicados não são enviados por e-mail

É importante ressaltar que tais comunicados não são enviados por e-mail e que os eleitores devem redobrar os cuidados ao receber mensagens nesse sentido. Mensagens falsas começaram a circular contendo comunicados de cancelamento do documento e, em geral, pedem a atualização de dados cadastrais com link de origem duvidosa. Para se certificar de que não há pendências em seu documento, o eleitor deve consultar sua situação na página do TSE ou no cartório eleitoral mais próximo de sua residência.

Tais mensagens utilizam de forma indevida o nome e a imagem do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o objetivo de induzir o eleitor ao erro.

Must Read

Acidente mata uma pessoa e deixa duas feridas, na rodovia Antônio Heil

Uma pessoa morreu e duas ficaram gravemente feridas após a colisão frontal entre dois veículos na rodovia Antônio Heil. O acidente ocorreu na rodovia...

Manhã Mais – Sorteio 21 de maio

Par de ingressos para o Cine Gracher + copo Diplomata FM Obs: Ingressos válidos para todas as sessões exibidas...

Obituário de 21 de Maio de 2019

SC Funerária - Faleceu ontem às 3h55min, 80 anos, Norma Isabel de Mello, que residia na Ponta Russa. Corpo velado na capela do bairro...

Diretor do Colégio Universitário da Unifebe fala sobre trabalhos

Na manhã desta terça-feira, 21, o Jornal da Diplomata recebeu o professor Claudemir Lopes, diretor do Colégio Universitário...

Pauta da sessão ordinária desta terça-feira, 21 de maio da Câmara Municipal de Brusque

A Câmara Municipal de Brusque realiza sessão ordinária nesta terça-feira, 21 de maio, a partir das 17h. Na Ordem do Dia, os vereadores...
WhatsApp chat