Início Notícias Esportes Caiaqueiros descem o Rio Itajaí Mirim

Caiaqueiros descem o Rio Itajaí Mirim


Caiaque Club Botuverá durante descida do rio Itajaí Mirim – Vídeo: Jaison Lorenceti/Diplomata FM

A manhã chuvosa deste domingo, 17, não tirou o foco do projeto que visa a preservação do Rio Itajaí Mirim e a sua potencialidade turística, histórica e para a prática de esportes de aventura. O mal tempo não afastou nem mesmo os pescadores, outra atividade intrinsecamente ligada ao desenvolvimento do município.

O Caiaque Club Botuverá – Piratas do Rio Itajaí Mirim desceu o rio desde as imediações da ponte do Maluche até a Unifebe. A ação é um primeiro passo de um projeto vislumbrado por amantes do esporte de aventura e que agrega ao mesmo tempo entidades públicas e privadas, além organizações não governamentais (ONG’s), no cuidado com a preservação ambiental do rio.

Caiaque Club Botuverá – Piratas do Rio Itajaí Mirim
Caiaque Club Botuverá – Piratas do Rio Itajaí Mirim. (Foto: Jaison Lorenceti/Diplomata FM)

Entra nesta pauta de objetivos, o combate à poluição. O movimento conta com o apoio das prefeituras da região (Brusque, Botuverá, Guaburiba e Nova Trento); ASSEPAVI – Associação de Ecoturismo, Preservação e Aventura do Vale do Itajaí (Assepavi) e o Convention & Visitors Bureau – Vale dos Teares.

“Uma pena que o tempo não colaborou muito, mas, pra nós o objetivo continua, sendo a primeira descida já importante, pois temos o como meta que isso seja constante e com vários projetos para acontecer”, destacou Jeferson Mariani, diretor de esporte e turismo da Prefeitura de Botuverá – Jeferson também é integrante da equipe de caiaque.


Caiaque Club Botuverá durante descida do rio Itajaí Mirim – Vídeo: Jaison Lorenceti/Diplomata FM

No meio da semana foi realizado o mapeamento do trajeto para sétima edição da Descida do Rio. O trabalho foi realizado pelo Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), a Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil e Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema), de Brusque. A ação teve como objetivo complementar antecipar a Descida do Rio Itajaí Mirim, que contará com a participação da comunidade. O evento está marcada para 24 de março e será alusivo ao Dia da Água.

Caiaque Club Botuverá – Piratas do Rio Itajaí
Caiaque Club Botuverá – Piratas do Rio Itajaí. (Foto: Jaison Lorenceti/Diplomata FM)

“Tem tudo a ver com o turismo da região e na verdade a utilização do caiaque é um dos fatores para a gente olhar para o nosso rio. Em todos os grandes países do o rio é um principal atrativo. O nosso infelizmente não é, queremos juntar a pratica do esporte de aventura para dar um ponta-pé inicial em todo o projeto”, comentou Sidnei Dematé, Secretário Executivo do Convention & Visitors Bureau – Vale dos Teares – que engloba ações coordenadas entre os municípios de Botuverá, Nova Trento, Brusque e Guabiruba.

Caiaqueiros do Club Botuverá descem o Rio Itajaí Mirim
Bicicleta encontrada no leito do rio Itajaí Mirim.

Enquanto os caiaques desciam, vários pescadores ocupavam a margem do rio Itajaí Mirim. Dois deles, experientes pescadores que alegam que praticam a pesca no rio somente como lazer, pois reconhecem que a qualidade da água já não é mais como nos tempos antigos, em que se pescava no rio para comer.

Pescadores no rio Itajaí Mirim
Pescadores no rio Itajaí Mirim em Brusque. (Foto: Jaison Lorenceti/Diplomata FM)

Amilton Soares, que pesca no rio há 50 anos, disse que gostou do movimento dos caiaques, porém, na opinião dele, o combate à poluição será o pior dos desafios.

Pescador Amilton Soares
Pescador Amilton Soares diz que mantém a pesca por lazer no rio Itajaí Mirim. (Foto: Jaison Lorenceti/Diplomata FM)

“Nada vai adiantar, pois só gastam papel e caneta e as multas não resolvem nada. Se todo mundo cuidasse seria bonito. Já faz mais de dez anos que não como peixe do rio, venho aqui para lazer”, explicou.

O amigo fiel de Amilton, Florentino Mário Borgonha, também reforçou a reclamação.

Pescador Mario Borgonha
Pescador Mario Borgonha na manhã deste domingo, 17. (Foto: Jaison Lorenceti/Diplomata FM)

“O rio era limpo e hoje poderia ser se cada um fizesse sua parte; viemos pescar para passar o tempo, somo amigos aposentados. Seria um tipo de lazer que mais gente poderia vir, mas, as vezes não dá nem para chegar na margem pela sujeira que tem”, destacou.



Caiaque Club Botuverá durante descida do rio Itajaí Mirim – Vídeo: Jaison Lorenceti/Diplomata FM

Must Read

Manhã Mais – Sorteio 23 de setembro

Um par de ingressos para o Cine Gracher + revelação de 10 fotos 10x15 da Color Center (Shopping Gracher)

Obituário (23-09-2019)

Faleceu sábado, 8h, 69 anos, Dulce Catarina Rezini, que residia no Ribeirão do Ouro. Corpo velado na igreja do Ribeirão do Ouro e o...

Homem fica ferido ao ser atingido por coices de vaca

Um homem de 57 anos ficou ferido ao tratar animais bovinos, por volta das 17h deste domingo, 22, em um pasto, na...

39ª Festa da Apae de Brusque agita final de semana

Seja para comer um delicioso churrasco, cachorro-quente ou buffet, tentar a sorte na roda da fortuna, proporcionar às crianças momentos de diversão...

Carlos Renaux perde para Atlético Itajaí pelo Catarinense da Série C

O C.A Carlos Renaux foi até Camboriú para enfrentar o Atlético Itajaí pela segunda rodada da Série C do Campeonato Catarinense. A partida foi...
WhatsApp chat