Projeto visa exploração turística, esportes de aventura e ações de preservação do Rio Itajaí Mirim

Neste domingo, 17, grupo fará descida do rio desde a ponte do Maluche até a Unifebe.

Outras notícias da semana

Comissão de Finanças analisa projeto de crédito suplementar de R$ 19 milhões ao Samae

Os vereadores Sebastião Alexandre I. de Lima, o Dr. Lima (PL), e Gerson Luís Morelli, o Keka (Podemos), respectivamente presidente e vice-presidente da Comissão...

Corpo de Bombeiros combate incêndio em vegetação na rua Ponta Russa

O Corpo de Bombeiros combateu um incêndio em vegetação, na noite desta segunda-feira, 18. De acordo com a 3ª Companhia Militar, o...

Brusque registra mais 13 casos de Covid-19

O município de Brusque registrou nas últimas 24h mais 13 casos de Covid-19 e conta atualmente com 98 casos confirmados da doença, de acordo...

Fenarreco pode integrar patrimônio cultural de Santa Catarina

Um projeto de lei apresentado na Assembleia Legislativa pelo deputado Paulo Eccel (PT) coloca a Fenarreco na lista de patrimônios culturais imateriais de Santa...

Um projeto que visa exploração turística, esportes de aventura e ações de preservação ambiental do Rio Itajaí Mirim está para começar neste domingo, 17. Um grupo de caiaqueiros, surfistas e amantes do esporte de aventura, farão a descida do rio desde a ponte do Maluche até a Unifebe. Será o primeiro passo de um amplo projeto que está sendo traçado por diversos órgãos do setor público e iniciativa privada.

O trabalho será realizado em conjunto com o Caiaque Club Botuverá – Piratas do Rio Itajaí Mirim, em parceria com a Prefeitura de Botuverá e a ASSEPAVI – Associação de Ecoturismo, Preservação e Aventura do Vale do Itajaí (Assepavi); Convention & Visitors Bureau – Vale dos Teares; Fundação Municipal de Esportes de Brusque (Prefeitura de Brusque). A ação contará ainda com o apoio técnico da Casa da Aventura. Estarão no local os instrutores Álvaro Walendoswky e Ivo Leonardo Shimitiz, especialistas em esportes de aventura. A Associação Brusquense de Surf – ASBQ também se fará presente na iniciativa.

Rio Itajaí Mirim em Botuverá
Rio Itajaí Mirim em Botuverá. (Foto/Divulgação: Caiaque Club Botuverá).

Com o crescimento de praticantes do caiaque em toda região, os potenciais hídricos e ambientais do Rio Itajaí Mirim se tornaram o foco dos amantes do esporte de aventura, que planejam tornar o leito do rio um novo caminho para o desenvolvimento socioeconômico da região.

“O projeto vai servir para monitorar a saúde do rio Itajaí Mirim, a ideia também é a conscientização educacional ambiental do esporte e o turismo de aventura, há um leque muito grande de exploração, abrange muitas formas de uso”, frisou Jeferson Mariani, diretor de esporte e turismo da Prefeitura de Botuverá – Jeferson também é integrante da equipe Piratas do Rio Itajaí Mirim. A proposta geral do projeto é iniciar a exploração desde a cabeceira no município de Vidal Ramos até a foz do rio.

Caiaque Club Botuverá - Piratas do Rio Itajaí Mirim
Caiaque Club Botuverá – Piratas do Rio Itajaí Mirim durante descida do rio (Foto/Divulgação: Caiaque Club Botuverá).

Como primeira experiência, um grupo de caiaqueiros da região e surfistas com prachas stand up paddle, farão a descida do rio desde às imediações da ponte do bairro Maluche até às proximidades da Unifebe, no bairro Santa Terezinha. Todos os participantes estarão com equipamentos de proteção individual.

“A ideia fundamental é o desenvolvimento turístico do rio como um todo, desde a nascente até a foz e com isso fortalecer todos objetivos do projeto. Nós temos esse pensamento de regionalização do turismo nos quatro municípios e com o poder público se organizando, a iniciativa dará uma injeção de ânimo”, comentou Sidnei Dematé, Secretário Executivo do Convention & Visitors Bureau – Vale dos Teares – que engloba ações coordenadas entre os municípios de Botuverá, Nova Trento, Brusque e Guabiruba.

Outras ações de limpeza estão programadas ao longo de outras etapas, incluindo a pratica de esportes de aventura, como o rafting, por exemplo.

“Desde a época da colonização o rio sempre foi um caminho navegável, e agora estamos voltando com essa demanda pelo potencial turístico, que pode virar um grande atrativo da região”, destacou Sidnei.

Rio Itajaí Mirim em Botuverá
Projeto visa exploração turística e ambiental do Rio Itajaí Mirim. (Foto/Divulgação: Caique Club Botuverá)

Últimas postagens

Previsão do tempo de 25 de maio.

Previsão do tempo de 25 de maio.

Conversando com Você de 25 de maio de 2020

Conversando com Você de 25 de maio de 2020. Ouça! Conversando com Você de 25 de maio de...

FAPESC lança 2ª edição do projeto Nascar

Uma ideia inovadora pode se transformar em novos negócios, uma empresa de sucesso e em mais empregos. Para incentivar esse processo, a...

Obituário, 25 de maio de 2020

Funerária Bom Socorro/Nova Trento - Faleceu às 15h de domingo (24),com 66 anos, Moacir Severino Voltolini. Velório na Capela Mortuária do Morro...

Carros colidem frontalmente no bairro Poço Fundo

Próximo das 19 horas de domingo, 24, o Serviço Móvel de Urgência (SAMU) e o Corpo de Bombeiros atenderam uma colisão frontal entre dois...
Publicidade
WhatsApp chat