Início Notícias Política Comentaristas políticos analisam primeiras ações do governo Bolsonaro

Comentaristas políticos analisam primeiras ações do governo Bolsonaro

Primeiro trecho da entrevista no Jornal da Diplomata

Na manhã deste sábado, 9, os comentaristas políticos do Jornal da Diplomata, Ronaldo Uller e Professor Zezinho falaram sobre as primeiras impressões do governo de Jair Bolsonaro, do Congresso Nacional e de temas em destaque da política brasileira.

Para o professor Zezinho, o governo montou bons ministérios, com nomes e equipes para ter desempenho favorável ao cenário de crise econômica e política. Citou como exemplos o ministro Paulo Guedes na economia e se disse esperançoso com o ministro da educação, Ricardo Vélez Rodriguez. Além da nomeação de Sergio Moro como Ministro da Justiça. Ainda pontou as primeiras ações do ministério das relações exteriores, com a indicação de novos rumos do país no cenário internacional.

“Desde que começou a montagem dos ministérios eu gostei bastante. Com a economia degringolada, a educação às traças e o crime tomando; conta do país acho que eram as coisas mais complicas e a votação do Bolsonaro refletiu muito isso”, destacou Zezinho.   

Professor Zezinho em entrevista ao Jornal da Diplomata
Professor Zezinho em entrevista ao Jornal da Diplomata. (Foto: Jaison Lorenceti)

O professor Ronaldo Uller considerou que a formação dos ministérios ocupa uma linha estratégica no governo de Jair Bolsonaro, com grupos bem definidos. Uller elencou que há um núcleo duro da base militar, equipe econômica liberal; ministério da justiça integrada a operação Lava Jato; ministérios da educação e da casa civil com agentes políticos que dão caraterística ao governo ideológico conservador de centro-direita, além da base familiar de Bolsonaro, com filhos e a esposa.

“Quando saímos da eleição eu dizia que o governo não vai ser direita, vai ser de centro-direita porque precisa da maioria, e essa composição mostra o núcleo conservador que vai implementar a pauta de costumes que o governo prometeu em campanha”, frisou.

Professor Ronaldo Uller no Jornal da Diplomata
Professor Ronaldo Uller no Jornal da Diplomata. (Foto: Jaison Lorenceti)

Reformas, projetos e Congresso Nacional

Os comentarias falaram sobre as eleições para presidências da Câmara dos Deputados e para o Senado Federal. Rolando Uller chamou atenção para a minoria de deputados do governo, sendo que 22% que apoiam o governo e 7% no Senado. O desafio será conquistar a confiança de outros partidos mais ao centro.

“A eleição do Rodrigo Maia na Câmara foi pragmática, pois precisa de maioria e apoiar aquele que tinha chance de ganhar a eleição”, frisou.

Entrevista com professores Ronaldo Uller e professor Zezinho no Jornal da Diplomata
Entrevista realizada por Sergio Ferreira com o professores Ronaldo Uller e professor Zezinho no Jornal da Diplomata. (Foto: Jaison Lorenceti)

Em contraponto, o professor Zezinho destacou que o governo precisar encontrar parlamentares articuladores para conseguir a pauta governamental.

“Existe um ambiente favorável, mas será preciso fazer política, caso contrário não será possível aprovar projetos importantes. Acho que até o estado de saúde do Bolsonaro está complicando isso, pois ele tem mais traquejo, pois conhece o ambiente no parlamento”, destacou.

Acompanhe o restante do programa

Segundo trecho da entrevista no Jornal da Diplomata

Must Read

Interligado – resultado sorteio de 26 de junho.

Óculos de Sol Unissex das Óticas Diniz - Ganhador: Thiago Postal Almoço pra duas...

Presidente da Fecomércio participa de sessão ordinária na Câmara Municipal

Na noite de terça-feira, 25, a Câmara Municipal de Guabiruba esteve reunida em mais uma sessão ordinária, sendo os trabalhos conduzidos pela presidente da...

Conversando com Você de 26 de junho de 2019

Conversando com Você de 26 de junho de 2019. Ouça! Conversando com Você de 26 de junho de...

Carro cai em buraco de obra na na rua Paulo Knihs

Um veículo caiu em um grande buraco de uma obra na rua Paulo Knihs, no bairro Águas Claras. O acidente foi registrado...

Copa Santa Catarina terá dez clubes e mata-matas; Brusque FC confirmado

Está definido o caminho dos clubes catarinenses que almejam participar da Copa do Brasil de 2020 através da conquista da Copa Santa Catarina...
WhatsApp chat